Grande vencedor moral da 9ª Vertente da Canção

Jotacê, colunista e contador de causos

Raul Augusto Amaral – Guta para os amigos, que não são poucos.


Interpretação espetacular, voz de trovão afinadíssima – acompanhamento magnífico. O estranho 1º lugar foi pra um “Guaipeca” mui amigo da comissão, de Porto Alegre. Nem a voz se entendia, mas pra “eles” foi dez.

O ginásio lotado vaiou, até porque o acompanhamento mixuruca e a letra e presença de palco não existiu.

No resto foi perfeito. A música mais popular foi show. Meu amigo “chê” na gaita e voz foi espetáculo à parte. Tudo correu na santa paz de Deus. Uma pena o final MARMELADA.
São essas coisas que desanimam quem leva a sério os festivais. E na escolha dos jurados que se apronta o resultado.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome