Dicas valiosas para transportar bagagem com segurança no seu carro

Rubilar Barros.

Nesta semana, confira dicas para acomodar de forma correta sua bagagem nas férias e organizar os volumes sem desrespeitar as leis de trânsito ou sacrificar o carro.

1 – Atenção ao excesso de peso

Fique atento à capacidade de carga do carro – a informação está no manual do proprietário. Saiba que esse número inclui bagagem e pessoas. Então, some o peso de cada ocupante, mala ou bolsa – vale até passar na farmácia e pôr a bagagem na balança.

2 – Malas pesadas primeiro

Ao encher o porta-malas, deixe as malas mais rígidas e pesadas por baixo, de preferência na horizontal, o mais centralizado e próximo possível do encosto do banco traseiro.
Ou seja, jogar o peso maior sobre o eixo, para deixar o centro de gravidade mais baixo e não prejudicar a estabilidade.

3 -Preenchendo o quebra-cabeça

Coloque malas maleáveis e mochilas por cima e nos lados, fechando espaços não aproveitados e folgas entre as bagagens. Se for levar peças pequenas, prefira caixas organizadoras e evite deixar itens frágeis ao lado ou sob peças pesadas.

Outra dica é usar embalagens a vácuo para levar roupas, que reduzem em até cinco vezes o volume transportado. Malas menores são melhores para montar esse quebra-cabeça que as grandes.

4 – Por baixo do edredom…

Uma sugestão usual é, depois de arrumar o quebra-cabeça do porta-malas, cobrir tudo com um edredom. O material maleável e flexível envolve as bagagens, ajuda a segurá-las e você ainda pode ocupar qualquer vazio que esteja disponível com o tecido.

5 – Tudo tem seus limites

Em SUVs, hatches e peruas, não tire a cobertura do porta-malas e encha de tralhas até o teto. Isso tudo prejudica a visão do motorista e, em colisão ou freada, pode atingir os passageiros.

6 – Rede de segurança

Se você é desapegado, solteiro, casado sem filhos e leva pouca coisa, compre aquela rede como acessório na concessionária. Presa a pequenos ganchos, ela evita que as solitárias malas fiquem sambando a cada curva.

7 – Velocidade vs. segurança

Bom ressaltar que, a uma velocidade de 80 km/h, qualquer objeto solto no carro pode ter o seu peso aumentado em até 80 vezes e causar ferimentos graves nos ocupantes.

8 – Rebatimento dos bancos

Rebater os encostos dos bancos de trás é válido para acomodar objetos mais compridos. Porém, é preciso que a bagagem esteja bem fixada.

9 – Cuidado com o pescoço!

Porta-malas de sedãs geralmente têm o famigerado pescoço de ganso, as alças (dobradiças) do sistema de abertura e fechamento da tampa. Ao arrumar o espaço, lembre-se de deixar um pequeno vão para a articulação não machucar sua bagagem.

10 – Bagagem no teto

Não coube tudo? Use um rack no teto. Mas prefira bagageiros homologados pela marca. Concentre os objetos pesados no centro e fixe-os bem, seguindo o manual.

11 – Tem uma picape?

Acomode os volumes pesados na caçamba o mais próximo possível da cabine. E amarre as bagagens com cordas usando os ganchos na picape, para que não se desloquem ou caiam na via. Para proteger da chuva, as coberturas originais da caçamba são a pedida.

A lei permite que picapes andem com a tampa aberta para levar objetos longos, só que lanternas e placa não podem ser obstruídas. Além disso, o balanço traseiro total não pode superar 60% da medida do entre-eixos.

12- Transportando bicicletas

Nesse caso some todo o conjunto (carro, suporte e bike) para não superar os 4,40 m de altura, o que é proibido.

Se for levá-las na traseira, saiba que não pode cobrir lanternas e placa. Nesse caso, solicite a placa secundária ao Detran e use luzes extras no próprio equipamento. Ah, e o suporte não pode ser mais largo que o veículo.

13- Puxadinho

Outro recurso é se valer de carretas. É preciso verificar se o carro pode receber engate e depois prendê-lo seguindo a legislação: fixado ao monobloco, com fiação elétrica, placa e lanternas.

Fonte: QRodas

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome