Alerta, anúncio, a pergunta que não quer calar e mais

Sérgio Corrêa.

ALERTA

Nos últimos 20 dias, em todas as edições, estamos utilizando este espaço para alertar a população sobre o aumento do número de novos casos de Covid- 19 na Zona Sul.

Na mesma linha de promover este alerta, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul pela segunda semana consecutiva emitiu alerta para todas as regiões do estado, inclusive determinando o retorno do uso de máscara nas escolas.

Pelotas registrou entre os dias 22 e 25 de maio, 1.106 novos casos e 6 mortes em decorrência da Covid-19, dentre os mortos uma mulher com 39 anos, um homem de 41 e a pessoa com mais idade tinha 72 anos.

A situação é tão preocupante que na última quinta-feira (26), às 14h, aconteceu reunião emergencial do Comitê Técnico Regional de enfrentamento à pandemia com prefeitos da Zona Sul e com a 3ª Coordenadoria Regional de Saúde para avaliar a situação e discutir medidas de enfrentamento.

No horário de fechamento da coluna, na tarde de quinta-feira, todos ainda permaneciam reunidos, motivo pelo qual não temos informações sobre resultados da reunião.

ANÚNCIO

Após fracasso na tentativa de concorrer à Presidência da República, o ex- governador Eduardo Leite deve anunciar futuro político até o final do mês.

Especula-se aproximação entre PSDB e MDB com chapa formada por Eduardo Leite (PSDB) candidato a governador e Gabriel Souza (MDB) a vice. Atualmente, o deputado estadual Gabriel Souza é pré-candidato ao governo do estado pelo MDB.

Bobos somos nós eleitores que acreditamos no teatro político!

Lembro-me como se fosse hoje do PSDB e seus figurões políticos gozando de prestigio e cargos públicos durante três anos e meio no governo de José Ivo Sartori, do MDB. Os mesmos que as vésperas das eleições desembarcaram do governo Sartori e lançaram seu candidato Eduardo Leite que, num debate acalorado disse a Sartori: “O senhor tem que levantar a bunda da cadeira e governar o Rio Grande do Sul”, foi mais ou menos assim!

Uma vez eleito, Eduardo leite loteou seu governo oferecendo cargos e secretarias a diversos partidos, dentre eles o MDB, e no lote havia também secretaria entregue a deputado bolsonarista, tudo pelos votos do PSL na assembleia.

Esta é uma técnica usada pelo tucano, que coloca o máximo de partidos dentro do governo enfraquecendo a possibilidade de candidaturas próprias dos aliados e, por conseguinte, constitui o PSDB como melhor opção e liderança capaz de vencer a eleição. Em Pelotas vem dando certo, até quando não se sabe!

Para o governo do estado, o PSDB segue a receita, mente que é contra a reeleição, rifa o atual governador, pois o mesmo tem poucos vínculos orgânicos com o PSDB, uma vez que seu vínculo ideológico era com o PTB, sigla que o elegeu e estava filiado há bem pouco tempo.

Caso se confirme a chapa PSDB E MDB para o governo do estado, todos seguirão cantando a velha música “a mesma praça, o mesmo banco, as mesmas flores e o mesmo jardim”.

A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Em três anos e meio de governo, quantas vezes o presidente Jair Messias Bolsonaro se reuniu com os governadores dos estados brasileiros?

PETROBRAS

O cargo de Presidente da Petrobras está vinculado ao preço dos combustíveis. Sobe o preço do combustível cai o presidente da Petrobras.

Na última segunda-feira o Presidente Jair Bolsonaro anunciou a demissão do atual presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho, e a indicação de Caio Mário Paes de Andrade, que será o quarto presidente da companhia no governo Bolsonaro.

O atual Presidente, José Mauro Ferreira Coelho, esteve no cargo por 47 dias, foi indicado em 6 de abril e demitido em 23 de maio.

SALÁRIO

Servidores públicos de Pelotas em assembleia decidiram que a paralisação por três dias é a forma de mostrar ao executivo o descontentamento com a falta de resposta ao questionamento encaminhado a respeito da reparação dos salários.

Difícil é entender os motivos que levam o executivo pelotense a comprometer milhões de reais em receitas futuras, contraindo financiamentos para obras por todos os lados da cidade. Estas dívidas terão de ser pagas!

Se Pelotas não aumentar a arrecadação não terá recursos para reparação dos salários, e este será um eterno dilema causado por gestões que se importam apenas com o seu mandato e não com um projeto de cidade.

Assim é fácil governar! Quando falta dinheiro para o recolhimento de lixo, cria-se uma taxa, para a iluminação pública, para os serviços de coleta de esgoto, para o estacionamento nas ruas da cidade e todas as outras contas a fórmula é a mesma afinal, somos nós cidadãos e cidadãs residentes em Pelotas quem paga a conta!

E o IPTU, qual é mesmo a sua finalidade?

 

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome