Setembro é mês de alerta e prevenção ao câncer de intestino

Fotos: QZ7filmes

Setembro é dedicado a prevenção do câncer de intestino, uma doença que pode ser evitada em 90% dos casos e faz cada vez mais vítimas no Brasil. Segundo o médico endoscopista do Complexo Hospitalar Clinicanp, FilipeLisboa De Carli, anualmente são estimados em torno de 40 mil novos casos da doença, também conhecida como câncer de cólon e reto ou colorretal. “A detecção precoce é o meio mais eficaz de prevenção”, garante. Segundo ele a colonoscopia é o exame de escolha para o rastreio de lesões pré-cancerígenas, que normalmente surgem como pequenas lesões chamadas popularmente de pólipos.

O câncer de intestino abrange os tumores que se iniciam na parte do intestino grosso, chamada cólon e no reto e ânus. Os pólipos são as lesões benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso e identificados a partir da colonoscopia. O exame deve ser de rotina a partir dos 50 anos. Em situações onde já foi registrado algum caso da doença na família, deve ser iniciado mais cedo. A precoce investigação também é recomendada em caso de sintomas como sangramento nas fezes ou mudança do hábito intestinal. A prevenção é uma poderosa arma, já que este tipo de câncer é tratável e, na maioria dos casos, curável ao ser detectado quando ainda não se espalhou para outros órgãos. “A sua remoção, em estágios iniciais evita a progressão para a neoplasia maligna”, destaca o médico.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA) a estimativa é de que mais de 34 mil novos casos de câncer de intestino surjam em 2020. “Atualmente ocupa o quarto lugar na mortalidade de homens e mulheres”, relembra Filipe. Os estados da região sul do Brasil têm um maior índice de diagnóstico da doença já que existe uma relação direta com o estilo de vida adotado no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A prevalência inclui desde o excesso de peso, pouca atividade física, tabagismo, ingestão de bebida alcoólicas, até o consumo de carnes processadas como salsicha, presunto, linguiça, entre outros.

No Complexo Hospitalar Clinicanp a campanha “Setembro Verde” é divulgada entre equipes, pacientes e visitantes. Uma equipe especializada realiza rotineiramente os exames de prevenção do câncer colorretal. “Nosso objetivo com esse chamamento é alertar as pessoas sobre a necessidade da prevenção do câncer de intestino, que hoje já é considerado o segundo tipo de tumor mais comum entre mulheres e o terceiro entre homens no Brasil”, finaliza.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome