Aapecan alerta para prevenção ao Câncer no Dia Nacional de Combate ao Fumo

A campanha tem como objetivo levar informação sobre prevenção ao Câncer por meio de hábitos saudáveis, entre eles o abandono ao tabagismo. Foto: Divulgação

A Associação de Apoio a Pessoas com Câncer (Aapecan) segue as atividades da campanha informativa “Nós acreditamos que a prevenção salva vidas” a fim de levar informação sobre prevenção ao Câncer por meio de hábitos saudáveis, entre eles o abandono ao tabagismo.

Desta forma, a instituição se engaja no Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado no dia 29 de agosto com o objetivo de mobilizar a população sobre os danos causados pelo tabagismo. A data foi criada em 1986, pela Lei Federal 7.488, quando foi inaugurada a normatização voltada para o controle do tabagismo como problema de saúde pública.

Tipos mais comuns por conta do tabagismo

Com a importância da data para conscientizar a população, a Aapecan alerta para os dados referentes aos diagnósticos dos tipos de cânceres que possuem relação com o tabagismo: os cânceres de cabeça e pescoço (englobados os de cavidade nasal, seios da face, boca, laringe e faringe) e de pulmão.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Câncer de pulmão (traqueia, brônquios e pulmão) é o terceiro mais frequente entre homens, de acordo com a tabela nacional. Se estimam cerca de 17.7 novos casos para 2020. No entanto, no Sul do país, esse tipo de Câncer ocupa a segunda posição nos números de casos.

Entre as mulheres, o Câncer de pulmão ocupa o quarto lugar nas demais regiões do País, e o terceiro com maior incidência no Sul do Brasil. Estudos indicam que apenas em 2020 mais 12.4 mil novos casos sejam diagnosticados.

A importância do diagnóstico precoce

Ainda de acordo com o Inca, a maioria desses tipos de cânceres não possuem sintomas em fase inicial. Desta forma, é importante evitar a exposição aos fatores de risco adotando hábitos mais saudáveis.

Com essa temática, a campanha informativa da Aapecan aborda também a importância de a população realizar os exames médicos regularmente como método de prevenção.

Além disso, é necessário estar atento à saúde bucal, com visitas frequentes ao dentista para auxiliar na identificação de lesões na cavidade oral. Outros sintomas podem servir de alerta, como perda de peso sem motivo, mudança na voz, dificuldade em deglutir ou falta de ar.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome