Ecosul trabalha por fluxo viário sem interdições em meio a chuvas e enchentes no Estado

Medida visa assegurar a segurança viária e adotar prontamente todas as medidas necessárias para mitigar eventuais impactos causados pelas condições climáticas adversas. (Foto: Gustavo Vara)

Desde o dia 29 de abril, quando os altos volumes de chuva começaram a colocar os gaúchos em alerta, a Ecosul, concessionária responsável pela administração de trechos das BRs 116 e 392, no Polo Rodoviário Pelotas, tem mantido um rigoroso monitoramento dos níveis de alagamentos, rios e arroios ao longo de sua área de atuação. Esta medida visa assegurar a segurança viária e adotar prontamente todas as medidas necessárias para mitigar eventuais impactos causados pelas condições climáticas adversas.

“O tráfego vem fluindo sem interdições nas rodovias sob nossa concessão”, afirmou da Gerente de Operações da Ecosul, Liliane Costa Firmiano, ao ressaltar que as equipes da concessionária têm trabalhado em todos os turnos para monitorar o nível das águas, cobrindo os 457,3 quilômetros sob sua administração.

Segundo ela, algumas áreas específicas receberam atenção especial, como o km 56 da BR-392 e a Ponte dos Franceses, no km 14 da rodovia, em Rio Grande. “Existem situações em que a atuação preventiva é essencial para garantir a segurança dos motoristas”, enfatizou.

O trabalho de monitoramento continua em andamento. “Estamos atentos, acompanhando cada uma das 100 pontes localizadas na área de concessão e observando o fluxo de águas que chega à Lagoa dos Patos”, acrescentou.

Contato

A Ecosul reforça que sua comunicação de emergência está operacional através do número 0800 724 1066. Além disso, o Centro de Controle Operacional (CCO) da concessionária funciona 24 horas por dia para fornecer informações sobre o fluxo nas rodovias. Para deficientes auditivos e da fala, está disponível um canal exclusivo de atendimento via mensagem de texto pelo WhatsApp 2128-4462. Informações diárias sobre as condições das estradas podem ser obtidas pelo X e pelo Instagram da Ecosul.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome