Em casa, Colorado enfrenta a LaU pela Libertadores

Foto: Divulgação

O Gigante da Beira-Rio recebe a primeira decisão da temporada. Inter e Universidad de Chile se enfrentam em Porto Alegre na disputa por uma vaga na terceira fase preliminar da Copa Libertadores da América. Com o resultado de 0 a 0 no jogo de ida, o Clube do Povo precisa vencer a partida em casa para alcançar a classificação.

Assim como aconteceu em 2019, o Gigante é o diferencial da equipe pela busca do resultado positivo. O Inter se manteve invicto na Libertadores jogando como mandante e, agora, precisa repetir o excelente retrospecto para alcançar a próxima fase preliminar, antes de chegar à fase de grupos da competição. Empate sem gols leva o duelo para as penalidades máximas, enquanto a vitória colorada por qualquer diferença de gols classifica o time gaúcho.

A preparação para a partida chegou ao fim com o treinamento realizado na tarde da última segunda-feira (10), no CT Parque Gigante. Os primeiros minutos dos trabalhos foram abertos para a imprensa, depois as atividades foram fechadas e o técnico Eduardo Coudet teve privacidade para ajustar os últimos detalhes, sem revelar o time que iniciará a partida.

Antes do treino, D’Alessandro concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa do CT. O camisa 10 destacou a importância do duelo contra o time chileno, além de valorizar o apoio do nosso torcedor. “O resultado fora de casa foi bom. Agora precisamos fazer o dever de casa, fazer um bom jogo. Sabemos a força que a gente tem aqui no Beira-Rio, a torcida. Não será fácil, mas temos totais condições de conseguir essa vaga para a próxima fase”, ressaltou o argentino.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome