Café campeiro marca lançamento dos Festejos Farroupilhas 2023

Leite enfatizou a diversidade da cultura do Estado e destacou as revoluções diárias e atuais enfrentadas pelo povo gaúcho. (Foto: Maurício Tonetto/Secom)

O Galpão Crioulo do Palácio Piratini sediou, nesta terça-feira (8), um café da manhã campeiro que reuniu duas celebrações – o lançamento dos Festejos Farroupilhas 2023 e a entrega da Medalha Simões Lopes Neto. O evento foi organizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria da Cultura (Sedac) e da Comissão Estadual dos Festejos Farroupilhas 2023.

Participaram da cerimônia o governador Eduardo Leite, a titular da Sedac, Beatriz Araujo, a presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Ilva Maria Borba Goulart, a secretária-adjunta da Cultura e presidente da Comissão Estadual dos Festejos Farroupilhas, Gabriella Meindrad, e a patrona dos Festejos Farroupilhas 2023, Maria Luiza Benitez. Também estiveram presentes o secretário de Cultura e Economia Criativa de Porto Alegre, Henry Ventura, membros da Comissão Estadual dos Festejos Farroupilhas, secretários estaduais, representantes da imprensa e demais autoridades convidadas.

Em sua fala, o governador Eduardo Leite enfatizou a riqueza e a diversidade da cultura gaúcha. Citando como símbolos o Galpão Crioulo, as roupas, as pilchas, a música, a dança e a gastronomia, o governador enalteceu a alma do gaúcho e o espírito rio-grandense. “Esse espírito, forjado na luta, em batalhas, é o espírito de quem não se contenta com pouco, de quem quer mais. É o espírito de quem quer liberdade e uma vida melhor”, afirmou o governador.

“Essas são as lutas travadas no passado e que eventualmente nos dividiram. Hoje, é uma luta diferente. Se há cem anos se passou uma revolução, hoje nós temos uma revolução por dia. Não para pegar em armas, mas para ocupar espaços. É uma luta que transforma a palavra, a caneta e outras ferramentas em arma. Isso está acontecendo com as mulheres que ocupam seus espaços e com as pessoas – independentemente da raça, da crença religiosa, da orientação sexual – que ocupam seus lugares na sociedade. Tudo isso é revolução”, salientou o Leite.

A secretária-adjunta da Cultura, Gabriella Meindrad, destacou a importância dessas comemorações para a cultura do Estado. “Este é um momento especial, em que retornamos ao Galpão Crioulo do Palácio Piratini, para lançarmos os Festejos Farroupilhas de 2023 e para reconhecermos aqueles que fazem parte da nossa história e que contribuem durante toda a vida, com sua vocação, talento e trabalho, para fortalecer a nossa cultura”, ressaltou Gabriella. “A cada ano, nos Festejos Farroupilhas, renovamos o nosso orgulho pelo Rio Grande do Sul, pela nossa cultura, pela nossa história, pelo nosso pertencimento, pela nossa identidade que é tão singular.”

Gabriella Meindrad lançamento festejos farroupilha
Gabriella Meindrad ressaltou a importância dessas comemorações para a história e para a identidade gaúcha. (Foto: Maurício Tonetto/Secom)

A presidente do MTG saudou a todos os presentes e agradeceu ao governador Eduardo Leite e à equipe de trabalho pelas homenagens e pela valorização da cultura. “Este ano é especial para o Rio Grande do Sul e para todos os gaúchos. Eu sou lá do Alegrete, onde se deu a batalha e onde a primeira mulher lutou, a Cabo Toco, a primeira mulher gaúcha a servir à Brigada Militar no Estado”, destacou Ilva.

Maria Luiza Benitez (Malu) agradeceu a honraria de ser escolhida como patrona dos Festejos Farroupilhas 2023, evento significativo na história do Rio Grande do Sul. “Ser gaúcho é um sentimento que ultrapassa o fato de ter nascido em uma delimitação geográfica e se estende ao modo como se vê a vida e a relação de respeito com a natureza”, disse Malu.

Na abertura e no encerramento da solenidade, houve uma apresentação musical do grupo nativista Alma Gaudéria, contemplado no concurso de escolha da canção-tema dos Festejos Farroupilhas 2023. Intitulada Nos Tempos de 23, a canção é de autoria de Fernando Espindola e Thomas Facco. Também foi apresentado o tema dos Festejos, denominado Centenário da Revolução de 1923.

Entrega da Medalha João Simões Lopes Neto

A medalha Simões Lopes reconhece personalidades por sua atuação no campo cultural. Neste ano, a distinção foi concedida a Ilva Maria Goulart, Loma Pereira e Oscar Fernand Gress.

Saiba mais sobre a biografia dos agraciados com a Medalha João Simões Lopes Neto.

Homenagens

Na cerimônia, foram entregues três homenagens pela dedicação aos Festejos Farroupilhas 2023: ao Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, organizador do e-book sobre o tema da programação – Centenário da Revolução de 1923; a Cíntia Matte Ruschel, pela criação da identidade visual dos Festejos, uma imagem que simboliza o estreitamento dos laços entre as etnias, as forças políticas e os muitos significados do que é ser gaúcho; e ao Grupo Alma Gaudéria, pela criação de Nos Tempos de 23, canção-tema desta edição.

Envio das programações para os Festejos

Para participar ativamente das celebrações deste ano, é necessário integrar as propostas de atividades à programação oficial do Estado, que será divulgada na página dos Festejos Farroupilhas 2023.

A iniciativa tem como objetivo divulgar e promover os Festejos, aproximando e integrando a comunidade, nos eventos realizados de 14 a 20 de setembro. Para isso, é necessário que, até o dia 31 de agosto de 2023, sejam enviadas as informações, por meio do preenchimento do formulário, disponível na página dos Festejos Farroupilhas no site da Secretaria da Cultura.

Inscrições para o Desfile Tradicional de 20 de setembro

As inscrições para o Desfile Farroupilha de 20 de setembro estarão abertas de 28 de agosto até 8 de setembro de 2023.

Para participar, os interessados deverão se inscrever pelo formulário que será disponibilizado na página dos Festejos Farroupilhas 2023. Deverão ser especificados o nome da entidade tradicionalista, a data de fundação, o primeiro e o atual patrão, o número de participantes, o nome da pessoa responsável pela entidade no desfile e o contato, além de um breve histórico para ser lido durante a narração do desfile.

Acendimento da Chama Crioula

Nos dias 17, 18 e 19 de agosto, acontecerá a 74ª geração e distribuição da Chama Crioula do Rio Grande do Sul, no Parque Histórico General Bento Gonçalves da Silva (Rodovia BR 116, KM 423, Cristal – RS).

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome