O pensamento não tem limites?

Sérgio Corrêa, jornalista e radialista.

O PENSAMENTO TEM OU NÃO TEM LIMITES?

Quem no mundo do futebol poderia imaginar que a seleção de futebol da Argentina perderia para a Arábia Saudita? Pois é, nem os Sauditas acreditavam, tanto que o Rei Salman, líder da Arábia Saudita, após a vitória, decretou feriado no país e as redes de fast food ofereceram lanches gratuitos para a população.

Nesse caso, o pensamento recorrente concebia uma opção: a vitória da Argentina! Basta ver que chamam de “zebra” a vitória Saudita. Em situação semelhante, o Japão venceu a Alemanha – outro resultado chamado de zebra devido à limitação do pensamento que quem deveria vencer era a Alemanha.

Quem imaginaria que o árbitro do jogo entre Portugal e Gana apontaria um pênalti em favor de Portugal – um pênalti que não aconteceu – e o resultado seria outro. Estamos no século XXI e os colonizadores continuam explorando os colonizados.

O PENSAMENTO TEM OU NÃO TEM LIMITES? II

No Brasil, a maioria da população, manipulada pelo discurso político, limitou o pensamento, assim como o voto, em dois modelos de políticos:

Bolsonaro, político brasileiro que, para seus aliados, é um líder, um mito, o capitão e o chefe. Para seus opositores é um genocida, um fascista, que esconde a corrupção e desmandos impondo sigilos.

Lula, político brasileiro, para seus aliados é um líder, alguém que cuida dos pobres, um nordestino humilde que chegou à Presidência. Para seus opositores, é comunista, corrupto, ladrão e deveria estar na cadeia.

Quando as paixões ocupam o lugar da razão, o ser humano vê somente virtudes no seu líder, tornando-se incapaz de enxergar a realidade – mas é capaz de enxergar sol em um dia nublado e com chuva, desde que seu líder diga que há sol.

O PENSAMENTO TEM OU NÃO TEM LIMITES? III

Para falar de pensamento limitado ao desejo de alguns e as competências de outros, temos um exemplo a ser examinado. Contudo, primeiro é necessário entender e saber: o que reivindicam brasileiros e brasileiras que estão acampados em frente aos quartéis do Exército Brasileiro?

O Exército, como unidade das Forças Armadas, tem várias prerrogativas constitucionais, elencadas no artigo 142 da Constituição Federal. Dentre elas garantir a soberania nacional e os poderes constitucionais, defender o Brasil de possíveis inimigos externos, assim como garantir a lei e a ordem.

Solicitar ao Exército ações contrárias à ordem democrática e constitucional vigente é constranger e expor desnecessariamente as instituições militares, assim como os militares, que merecem respeito.

O PENSAMENTO TEM OU NÃO TEM LIMITES? IV

O que pensam e qual são as reivindicações dos brasileiros e brasileiras que interrompem rodovias federais e estaduais, prejudicando principalmente outros brasileiros que precisam trabalhar ou que se deslocam para tratamento médico?

Caro leitor(a), você já refletiu que ninguém obstrui acesso aos bancos, que usurpam a população com juros altíssimos? Ninguém tranca entrada e saída de aviões nos aeroportos e não o fazem para não alterar a rotina dos políticos que atuam na capital federal e também daquela parcela detentora de riqueza no país?

É mais fácil manipular caminhoneiros que, em sua maioria, não possuem conhecimento científico sobre política e vivem do trabalho exaustivo na estrada, acostumados com todo tipo de dificuldade, comendo marmita fria e dormindo pouco.

Entretanto, para o serviço de fechar estradas eles são úteis para a política, mesmo prejudicando o dono do mercadinho, o dono da loja de tintas, o dono da padaria, o camelô ou a sacoleira que busca produtos em São Paulo.

Estas são pessoas simples, que sobrevivem do trabalho e não da política ou do mercado financeiro.

Os políticos que atuam em Brasília, os banqueiros e grandes empresários dispõem de jatinhos, helicópteros e não transitam pelas estradas – vivem noutra esfera social e porque não dizer noutro mundo.

Quando os bloqueios nas estradas causarem alguma necessidade para políticos, banqueiros, investidores ou grandes empresários, o restante da população já naufragou em suas próprias necessidades.

Assim, enquanto caminhoneiros trancam a passagem de outros trabalhadores nas estradas, os especuladores aplaudem, sobretudo porque as mercadorias não chegam, aumenta a procura e os preços sobem, fazendo o especulador ganhar mais dinheiro. Os bloqueios geram instabilidade, o país perde a confiança dos investidores internacionais, o dólar sobe e, novamente, o especulador ganha milhões, enquanto quem realmente trabalha se prejudica mutuamente.

O PENSAMENTO TEM OU NÃO TEM LIMITES? V

O que pensa o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, ao pedir anulação dos votos somente do segundo turno das eleições, de aproximadamente 250 mil urnas eletrônicas?

Se há problemas com as urnas citadas pelo PL, o problema acontece toda vez que o equipamento funciona. Sendo assim, as urnas funcionaram no primeiro e segundo turno e, portanto, teriam de ser anuladas todas as votações nos dois turnos.

 

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome