Nove dias

Apenas nos primeiros nove dias de junho, Pelotas, além de registrar fila de espera para leitos de UTI Covid, somou os tristes números de 34 mortes por Covid-19 e 1.485 novos casos.
Se fizermos a média diária, foram 3,77, isto é, quase 4 óbitos e 165 novos casos por dia. O mais preocupante é que Pelotas, mesmo tendo tomado medidas restritivas, há vários meses mantém a média de mortes e de novos casos em patamares que preocupam as autoridades sanitárias.

Sem opções
A Prefeita de Pelotas, sem opções, teve que adiar para o segundo semestre deste ano o retorno das aulas nas escolas municipais, no sistema híbrido.
A volta às aulas estava prevista para 16 de junho. Inicialmente, retornariam alunos da Educação Infantil e dos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental, porém, devido à necessidade de ampliar as medidas restritivas por conta do agravamento da pandemia, Paula Mascarenhas não teve outra opção, se não adiar a data para o segundo semestre.

Dez mil doses
Segundo a Prefeitura de Pelotas, com 10 mil doses da vacina CoronaVac, o município completa o processo de imunização de idosos entre 62 e 64 anos. Ainda faltarão vacinas para os grupos de 60 e 61 anos.
De acordo com nota do Instituto Butantan, na próxima terça-feira, dia 15, serão entregues 5 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde.
Pelotenses com 64 anos irão receber a segunda dose de CoronaVac com intervalo de aproximadamente 70 a 80 dias após a primeira dose. Lembrando que isso está acontecendo porque o Ministério da Saúde determinou que estados e municípios usassem todas as doses disponíveis como primeira dose.

Vacinação em São Lourenço do Sul
Na quarta-feira (9), em São Lourenço do Sul, foram vacinadas 320 pessoas com 58 e 59 anos. Hoje, sexta-feira (11), das 14h às 16h, na rua General Osório, em frente à Vigilância Sanitária e Epidemiológica Municipal, serão vacinadas pessoas com 57 e 56 anos. Foram disponibilizadas 700 doses para os dois grupos.
Sobre a falta de vacinas CoronaVac para segunda dose, a coluna fez contato com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Mariza Leite, que repassou a seguinte informação: “todas as pessoas que receberam a primeira dose de CoronaVac em São Lourenço do Sul já estão vacinadas com a segunda dose”.
Além da boa notícia sobre os lourencianos vacinados, a coordenadora informou que o excedente de CoronaVac, isto é, as vacinas que sobraram, foram encaminhadas para a 3ª Coordenadoria Regional de Saúde. Certamente foram distribuídas a outros municípios!

Vacinação em Capão do Leão
No município de Capão do Leão, a semana de vacinação começou na terça-feira (8), e se estenderá até sábado (12).
Na terça e quarta-feira foram vacinados motoristas e cobradores do transporte coletivo, caminhoneiros, pessoas com deficiência permanente e comorbidades com 18 anos ou mais, bem como profissionais da Educação dos Ensinos Fundamental e Médio, ativos nas escolas.
Ontem, quinta-feira, e hoje, sexta-feira, estão recebendo a vacina os trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, trabalhadores da indústria e da construção civil.
Encerrando a semana, amanhã, sábado, dia 12, serão vacinadas pessoas com 59 anos. A vacinação acontece nos seguintes locais: drive-thru da Secretaria de Saúde e nas escolas Barão de Arroio Grande, Parque Fragata e Elberto Madruga.
Buscando informações sobre a falta da vacina CoronaVac para segunda dose em Capão do Leão, fizemos contato com a Vigilância em Saúde do município e fomos atendidos pela coordenadora, Michelle Bierhals.
Michele relatou que o município necessita de 150 doses de CoronaVac. Quantidade necessária para completar o esquema vacinal dos leonenses que receberam a primeira dose no mês de abril. Este grupo, passados 60 dias da primeira dose, aguarda a segunda dose.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome