Legislativo de Piratini pede que Daer adie a conclusão da Ponte do Costa

Plenário ficou lotado por conta da audiência pública (Foto: Nael Rosa/JTR)

Terminou sem que fosse encontrada uma solução. A audiência pública promovida pela Câmara de Vereadores teve como objetivo discutir uma saída para que não se interrompa o trânsito no final de outubro na atual Ponte do Costa, medida que o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens (Daer) já anunciou que será tomada para que a Construtora Traçado possa iniciar a construção das cabeceiras da travessia que está sendo erguida ao lado da atual.

Mesmo convidados, não participaram os representantes do Estado e da empreiteira, restando ao presidente da Casa, Alex Matos (Progressistas), usar a sugestão do atual gestor do Clube de Diretores Lojistas, Roger Morales, e encaminhar ao Daer um pedido para que a parte final da obra não seja realizada neste momento, e sim, a partir do princípio do ano que vem, pois os transtornos seriam menores já que quem acessa diariamente a ERS-702 para estudar em Pelotas estará em férias e também o fluxo de veículos não seria impedido, inclusive, em dezembro, época em que o comércio precisa ser abastecido com mais frequência visando os eventos de fim de ano.

Na reunião, ficou claro que a estrada do Passo do Alfaiate, o acesso de 26 quilômetros sugerido como desvio enquanto durarem as obras, não tem condições de suportar o trânsito intenso, principalmente de caminhões e ônibus, uma vez que as pontes existentes no percurso têm muitas limitações, principalmente quando ocorrem chuvas mais intensas, o que inviabilizaria, por exemplo, as viagens da Expresso Embaixador, responsável por fazer a linha entre Piratini e Pelotas diariamente.

Presente à audiência, o prefeito Vitor Ivan Gonçalves Rodrigues (PDT) ficou responsável por encaminhar o documento assinado por todos os parlamentares cobrando o adiamento do final da construção e também uma alternativa a ser criada pelo governo para que o trânsito não seja totalmente interrompido.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome