Prefeito de Piratini garante que não houve aumento na alíquota do IPTU

Todos os imóveis da cidade passaram por uma atualização cadastral (Foto: Bruno Strelow)

Em Piratini, os valores do Imposto Predial e Território Urbano (IPTU) causaram surpresa em muitas pessoas que estão buscando a Prefeitura para realizar o pagamento. O assunto, inclusive, será pauta de uma audiência pública a ser realizada na Câmara de Vereadores após o Carnaval, onde o prefeito Vitor Ivan Rodrigues, o Vitão (PDT) será indagado sobre a elevação do preço cobrado sobre muitos imóveis.

Questionado pela reportagem, o prefeito assegurou que, de fato, não houve aumento na alíquota cobrada. “Nenhum centavo de acréscimo na alíquota. O que ocorreu foi uma atualização cadastral imobiliária, pois a última havia sido feita em 2001, quando a realidade de muitas moradias era bem diferente”, explicou Vitão, que usou um exemplo pessoal para que se compreendam os atuais valores.

“Eu tinha uma casa de 50 metros quadrados de área construída e hoje tenho 150 metros quadrados, mas meu cadastro continuava com a medida inicial e era sobre ela que eu pagava. Agora, com a contratação de uma empresa por parte da Prefeitura, que em 2019 atualizou o tamanho das moradias, este ano eu já paguei pela medida atual”, disse.

Apesar de não ter ocorrido o aumento, o chefe do Executivo admite que o levantamento feito pela empresa teve falhas, e para estes casos específicos existe a possibilidade de ressarcimento ao contribuinte. Com isso, ocorrerá a abertura de um processo administrativo junto à Prefeitura para averiguação, será feita uma nova medição e diante da confirmação do erro, os valores cobrados indevidamente serão devolvidos. “A Prefeitura não tem a intenção de lesar a população, então, quando o erro ficar provado, faremos a correção”, garantiu Vitão.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome