Pelotas: Prefeitura, Senar e Emater fazem parceria para o setor leiteiro

Programa será capaz de atender, diretamente, a 30 propriedades produtoras da zona rural (Foto: Divulgação/SDR)

Mais uma parceria voltada ao setor primário acaba de ser firmada. Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Emater vão desenvolver programa conjunto de atendimento direto, em fase experimental, a 30 propriedades produtoras de leite na zona rural de Pelotas.

Os ajustes para lançar o programa foram efetivados em reunião realizada nesta semana, na Associação Rural de Pelotas, com a participação da SDR, do Senar, da Emater e do Sindicato Rural. O secretário de Desenvolvimento Rural, Jair Seidel, esclarece que a proposta consta de uma visita mensal às 30 propriedades produtoras de leite, para assistência técnica e gerencial.

“O programa é importante porque institui assistência técnica permanente, bem como suporte gerencial da propriedade. No que se refere à parte gerencial, o produtor enfrenta dificuldades. Com orientação, os negócios tendem a se tornar mais eficientes”, explica Seidel.

O trabalho será experimental, com base em exemplos bem-sucedidos de acompanhamento técnico e gerencial na área de produção leiteira. “Pelotas conta com uma bacia expressiva, com cerca de 300 produtores na zona rural e capacidade produtiva do rebanho de aproximadamente 13 milhões de litros por ano”, salienta o secretário.

O cronograma ficou ajustado da seguinte forma: neste mês, escolha das 30 propriedades; em novembro, avaliação das características delas; em dezembro, implementação das visitas técnicas e gerenciais.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome