Pelotas terá Skatepark no Parque Dom Antônio Zattera

Prefeita Paula Mascarenhas avaliou o projeto, que será executado através de recursos destinados por emenda do deputado federal Daniel Trzeciak (Foto: Michel Corvello/Prefeitura de Pelotas)

A partir de 2021, admiradores e praticantes de skate de Pelotas e região terão um novo local para o esporte no município. O conceito de Skatepark chegará à cidade no Parque Dom Antônio Zattera, em área de aproximadamente mil metros quadrados, que contará com ambiente projetado especialmente para a prática da modalidade e a convivência dos skatistas. A prefeita Paula Mascarenhas conheceu, nesta terça-feira (10), o projeto da obra, orçada em R$ 600 mil, que será viabilizada com recursos encaminhados através de emenda parlamentar do deputado federal Daniel Trzeciak (PSDB).

A concepção coletiva e participativa do Skatepark, que considerou a contribuição dos praticantes de skate por meio de sugestões e referências, foi destacada pela prefeita como um ponto positivo.

“Fico feliz por saber que o projeto é a cara dos skatistas e do esporte em Pelotas”, disse Paula.

Aproveitando-se da paisagem natural do Parque, a estrutura deve começar a ser construída ainda neste ano. O espaço contará com obstáculos da modalidade street, com mobiliário urbano – rampas, escadas, caixas e corrimãos, além de outras características que contemplam as preferências dos esportistas.

“Desde a década de 90 batalhamos por um lugar como esse. Estamos perto de concretizá-lo depois de um processo de harmonia com a Prefeitura e a equipe do deputado, que se disponibilizaram para encontrar caminhos possíveis para sua viabilização”, afirmou o skatista e instrutor Emanuel Bueno, que apresentou o projeto, acompanhado por Otávio Souza e Paulo Brauner.

O Município, através da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), realiza as adequações necessárias, a fim de deixar o projeto alinhado às normas exigidas, mas sem descaracterizá-lo, salientou o secretário Roberto Ramalho.

A emenda está cadastrada em Brasília e a Prefeitura aguarda o retorno do governo federal e a liberação dos recursos para realizar a assinatura do contrato com a Caixa Econômica Federal.

Bueno ressaltou que o Brasil é um dos principais mercados de skate no mundo e apontou que a instalação do skatepark na cidade pode contribuir para alavancar o turismo e o comércio, e atrair novos adeptos.

“Temos uma história linda em Pelotas ligada ao skate, com diversas pessoas que já saíram daqui para buscar a profissionalização. A ideia é que o local seja também de integração e convivência entre várias gerações, com crianças, jovens e adultos presentes”, observou o professor.

O desejo também é incentivar a presença das famílias no Parque Dom Antônio e de admiradores da modalidade.

Acompanharam a reunião desta quarta-feira o vice-prefeito Idemar Barz e o assessor do deputado federal Daniel Trzeciak, Henrique Ribeiro.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome