Pelotas: Seicho-No-Ie promove cerimônia em memória dos povos negros

Presidente dos preletores em Pelotas, Maria Tereza Fonseca da Silveira (Foto: Carina Reis/JTR)

No intuito de homenagear àqueles que contribuíram na construção e desenvolvimento de Pelotas, que estão no mundo espiritual, acontecerá no próximo sábado (21), no chafariz da praça Coronel Pedro Osório, a 1ª Cerimônia em Memória dos Povos Negros que Foram Escravizados no Período das Charqueadas, promovida pelo núcleo Seicho-No-Ie local.

Conforme a presidente dos preletores em Pelotas, Maria Tereza Fonseca da Silveira, a atividade iniciará a partir das 9h e é aberta ao público. A iniciativa terá um altar com oferendas e contará com a participação de preletores – pessoas que pregam os ensinamentos da Seicho-No-Ie – de São Paulo.

Sobre o Seicho-No-Ie
Fundada por Masaharu Taniguchi, em 1° de março de 1930, no Japão, a Seicho-No-Ie é um ensinamento de amor que prega que o ser humano é filho de Deus, que o mundo da matéria é projeção da mente e, também, nos revela qual é a nossa verdadeira natureza. É uma filosofia que transcende o sectarismo religioso, pois acredita que todas as religiões são luzes de salvação que emanam de Deus único.

A Seicho-No-Ie pode ser considerada um movimento filosófico, religioso e cultural, com objetivo de despertar no coração das pessoas a verdade de que todos são filhos de Deus e fazer com que, através de atos, palavras e pensamentos, tornem o mundo melhor.

Em Pelotas, as reuniões ocorrem na rua Professor Araújo, 1554. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (53) 3225-5032 e 3305-5103.

Reuniões
Terças-feiras: Prosperidade, às 20h
Quartas-feiras: Pomba Branca, às 15h
Quintas-feiras: Fraternidade e Pomba Branca, às 20h
Sábados: Jovens, às 18h
Domingos: Às 9h

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome