Pelotas: prefeitura lança o projeto Bairro Empreendedor

As ações estão previstas no Plano de Governo da prefeita. (Foto: Gustavo Vara)

Foi lançado, nesta sexta-feira (3), em cerimônia no salão paroquial João Paulo II, na Colônia de Pescadores Z3, o projeto Bairro Empreendedor. A prefeita Paula Mascarenhas e o vice-prefeito Idemar Barz participaram do lançamento da nova política pública do Município, que tem foco na retomada das atividades econômicas a partir de eixos de atuação, articulados para descentralizar as oportunidades, formando uma rede empreendedora na cidade. A apresentação do programa foi feita pelo secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação, Gilmar Bazanella.

“Esse é um projeto que funciona em rede e com integração. O Bairro Empreendedor vem para fortalecer as pessoas em suas condições humanas, sociais e econômicas, aproximando a comunidade do Poder Público. Precisamos estar perto das pessoas, para que, juntos, possamos construir um futuro melhor para as próximas gerações”, explicou a prefeita.

De acordo com o secretário Gilmar Bazanella, as ações previstas começarão a ser executadas imediatamente. “Estamos muito confiantes. Esse é um projeto inovador, e que tem muitos desafios. Escolhemos iniciar as atividades pela nossa Colônia pelas peculiaridades e potenciais que essa região apresenta”, disse.

Acompanharam o lançamento do projeto o secretário estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), Luiz Henrique Viana, o vice-presidente da Câmara, vereador Paulo Coitinho (Cidadania), os vereadores Jone Soares (PSDB), Marcos Ferreira – Marcola (PTB), Jair Bonow (PP) e Miriam Marroni (PT).

Também participaram os secretários de Governo e Ações Estratégicas, Fábio Machado, de Desenvolvimento Rural (SDR), Jair Seidel, de Habitação e Regularização Fundiária (SHRF), Ubirajara Leal, a coordenadora executiva do Pacto Pelotas Pela Paz, Aline Crochemore, a coordenadora do projeto, Direne Rocha, o pároco da Paróquia Santo Antônio, padre Enéias Carniel, o secretário do Sindicato dos Pescadores da Colônia Z3, Afonso Cavalheiro, o comandante da Guarda Municipal, Igor Bretanha, e os presidentes do Sindicato da Habitação (Secovi Zona Sul), Sérgio Godoy, da Associação Rural de Pelotas, Rodrigo Gonzales, e do Sindicato da Indústria da Construção e Mobiliário (Sinduscon Pelotas), Pedro Amaral.

Saiba mais sobre o Programa Bairro Empreendedor
O programa Bairro Empreendedor, desenvolvido pela Prefeitura de Pelotas, tem o objetivo de fortalecer a economia local, através da organização e da valorização da comunidade e dos pequenos negócios localizados em todas as regiões da cidade.

Um levantamento feito pela Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti), neste ano, identificou elevado número de trabalhadores em situação informal em Pelotas, estimado em 59 mil pessoas, o que representa 17% da população.

Os impactos da pandemia na economia local atingiram muitos trabalhadores que ficaram sem renda ou com os ganhos reduzidos. A situação pode ser confirmada pelo auxílio emergencial federal, que foi acessado, em Pelotas, por 46% da população.

Visando à retomada da economia e à permanência dos programas de desenvolvimento, a Prefeitura formalizou o Programa Bairro Empreendedor por meio da Lei 6927/2021, da Lei 6.942/2021 que criou o Conselho Municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Renda (Comdester) e do Fundo Municipal que gerou o Programa Emergencial Juro Zero.

Por meio dessas iniciativas, os trabalhadores terão acesso à formalização, à qualificação e à tomada de crédito para aplicação em seus pequenos negócios com juro zero. A Prefeitura, através do Fundo Municipal, irá subsidiar o valor dos juros de crédito concedidos por instituições financeiras parceiras do Programa.

As equipes da Prefeitura atuarão nos bairros, identificando lideranças, elencando os maiores problemas de cada localidade e o número de pessoas que podem se beneficiar do Programa.

Quatro eixos estruturam o Programa Bairro Empreendedor

Descentralização

Diagnóstico local para identificar necessidades, interesses e cultura empreendedora. Criação de núcleos, dentro dos bairros, para construção de planejamento e escuta à população, além de estratégias de valorização dos empreendimentos locais.

Rede empreendedora

União de empreendedores, potencializando o cooperativismo local, para que, juntos, possam construir soluções para problemas comuns e promover, divulgar e valorizar o empreendedorismo local.

Qualificação

Ações de ensino, capacitação, orientação, formalização e planejamento voltados ao empreendedorismo. Programas para estimular e qualificar jovens e mulheres ao empreendedorismo.

Financeiro

Programa Emergencial Juro Zero Pelotense, crédito com subsídio de juros pelo Município para os microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome