Associação Amigos da Cultura de Morro Redondo escolheu nova diretoria

(Foto Diones Forlan)

Nesta quinta-feira dia 22 de setembro foi realizada assembleia geral com escolha da nova diretoria da Associação Amigos da Cultura de Morro Redondo no prédio da câmara de vereadores de forma presencial e também virtual que contou com a presença de integrantes da diretoria anterior, associados, vice prefeita Angélica dos Santos PSDB, vereadora Leticia Santos PSDB, vereadora Vivian Rickes Rosa PSDB, vereador Thiarles Schneider PT, representando o curso de Museologia da UFPEL professor Diego Ribeiro e integrantes da nova diretoria composta por chapa única que foi eleita por unanimidade. Na ocasião também foram aprovados a prestação de contas e a inclusão de novos associados.

Confira quem faz parte da nova diretoria eleita: Andréa Cunha Messias presidente, Vivian Rickes Rosa vice presidente, secretária Leticia Magalhães, vice secretária Priscila Danda, tesoureiro Everton Lautenschlager, vice tesoureiro Osmar Franchini, conselho fiscal titulares Adriane Lobo, Patricia Hackbart e Rutilde Krüger Feldens, conselho fiscal suplentes Ervino Büttow, Edith Büttow e Carliston Ribeiro.

O ex presidente Ervino Büttow desejou que a nova diretoria dê continuidade a esse trabalho de resgate da história do município, continuará sendo parceiro por intermédio da música com participações nos encontros e atividades do Museu Histórico de Morro Redondo. O ex vice presidente Osmar Franchini que foi idealizador do museu, depois teve apoio do Ervino e de Antonio Reinhardt, está muito feliz de ver várias pessoas da comunidade de diferentes segmentos com vontade de tocar esse trabalho que começou em 2006, “o importante é ter continuidade esse trabalho junto ao museu que servi para manter viva a história de Morro Redondo feito sobretudo pelas pessoas e suas memórias”, celebrou.

Vice prefeita Angélica citou a importância desta associação, que é levar as histórias da nossa cidade para dentro do museu com suas relíquias. Destacou o apoio da Museologia da UFPEL que auxiliou no processo de organização e planejamento das ações. Por fim reforçou que a prefeitura está à disposição para apoiar e contribuir.
A nova presidente Andréa agradeceu a oportunidade de estar à frente da associação, entidade esta que foi muito importante na sua formação de museóloga, “aprendi como é ser cidadã morroredondense, esperamos trabalhar vários aspectos da história desta comunidade além de fotos e objetos antigos, enaltecer as pessoas que são fundamentais com os seus relatos”. Museu estará com espaço aberto para continuidade de ações junto aos professores e alunos das escolas, espaço a disposição para realizações de trabalhos e oficinas.

O professor Diego destacou que a UFPEL continuará apoiando o museu, friso a importância da cidade ter o Polo da Cátedra que será de grande auxílio na parte de levantamento com a identificação dos edifícios com valor histórico e cultural, que ouvirá e registrará relatos que darão uma maior visibilidade ao município no futuro como inclusive a criação de um roteiro para visitação a estes espaços. “Importante esta noite onde vejo várias pessoas envolvidas no mesmo propósito de manter viva a história daqui, o trabalho desenvolvido em Morro Redondo no museu é exemplo para todos os museus do país, todos estão de parabéns”, concluiu.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome