Arroio do Padre decreta situação de calamidade pública

Foto: Reprodução/Internet

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Prefeitura de Arroio Grande decretou situação de calamidade pública na última sexta-feira (20), ficando em vigor pelos próximos 30 dias.

Com isso, servidores municipais, contratados e estagiários de grupos de risco, com mais de 60 anos e gestantes podem realizar suas ações na modalidade de teletrabalho, para evitar aglomerações em prédios públicos. Ainda, o turno único de seis horas interruptas foi adotado. Ambas situações não atingem a Unidade Básica de Saúde (UBS) do município, por ser considerado um serviço essencial à comunidade.

O Conselho Tutelar, neste período, permanece realizando o atendimento ao público, em regime de plantão, através do telefone (53) 98114-0120 (WhatsApp).

Os estabelecimentos comerciais, como restaurantes, bares e lanchonetes, devem adotar medidas de higienização especificadas no decreto, com horário de funcionamento das 7h às 22h. Após este horário, poderá ser feito serviço de delivery. Casas noturnas, pubs, bares, clubes sociais e similares ficarão fechados.

O comércio e serviços em geral devem atender com equipes reduzidas, também restringindo o número de clientes para evitar aglomerações, bem como fazer as medidas de higienização. Ficaram vetados o funcionamento de brinquedotecas, playgrounds, espaços kids e de jogos, além da entrada de novos hóspedes no setor hoteleiro.

Ainda, eventos que aconteceriam no município estão cancelados, como a Festa Municipal e Festa Regional do Caqui e da Maçã, que estavam programadas para os dias 18 e 19 de abril.

A recomendação é que as pessoas que tenham voltado de viagem ou entrado em contato direto com caso suspeito/confirmado fique em isolamento domiciliar, comunicando o serviço de Vigilância em Saúde na ocorrência de qualquer sintoma do coronavírus.

O decreto completo pode ser conferido aqui.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome