Rio Grande: Lagoa dos Patos está 33cm acima do normal e 536 pessoas se encontram em abrigos

O vento está soprando em direção sul a 50km/h, o que colabora para o represamento das águas da lagoa. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Rio Grande)

O nível da Lagoa dos Patos em Rio Grande chegou a 2,33 metros – 33 centímetros acima do nível normal, de acordo com o balanço divulgado pela Prefeitura às 9h desta segunda-feira (13). O vento está soprando em direção sul a 50km/h, o que colabora para o represamento das águas da lagoa. 

O governo municipal afirma que para facilitar a compreensão da comunidade sobre a medição das águas da lagoa passará a utilizar a altura do cais do CCMar como referência, conforme orientação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

A fase 2 de monitoramento das zonas de risco na cidade aponta as seguintes localidades em alerta: 

Zona da Lagoa: Cidade Nova, da Avenida Portugal até a Lagoa; Cohab I e II, Buchholz a partir da Visconde de Mauá até a Lagoa); Miguel de Castro Moreira (a partir da Henrique Pancada); Rheingantz e Presidente Vargas até o Saco da Mangueira; Vila Prado. 

Zona Central: Centro Histórico; Lar Gaúcho (por totalidade); Navegantes (por totalidade); BGV; Duas quadras no entorno do Canalete para sul e para norte (Major Carlos Pinto); Barroso até a Benjamin Constant; Coronel Sampaio; Francisco Marques. 

Zona Avenida Itália: Do Trevo até Bernardeth. 

Zona Oeste Orla: São Miguel e São João; Bernardo Taveira até a Lagoa; Recreio e Profilurb; Barão de Santo ngelo até a Lagoa; Vila Maria dos Anjos 

Zona Porto Novo: Vila Militar; Santa Tereza (por totalidade); BGV; 

Zona Portuária Industrial (Distrito Industrial): Barra (nova e velha – por totalidade) e Mangueira (por totalidade) 

Distrito das Ilhas: Ilha dos Marinheiros; Ilha do Leonídio; Ilha da Torotama e Vila da Quinta (todas por totalidade). 

Zona Oeste: Carreiros 

Zona da Lagoa Verde: Bolaxa e Senandes. 

As zonas nas macrorregiões marcadas em vermelho são consideradas com mais riscos por serem mais próximas ao Saco da Mangueira e do Canal do Norte. Pedimos às pessoas que residem nas regiões marcadas em vermelho fiquem altamente em alerta. 

As áreas que não estão listadas nos mapas não possuem risco até o momento. O governo municipal ressalta que os cenários estão sujeitos à mudanças diariamente e que está preparada para as ocorrências dos próximos níveis caso venham a ocorrer no município. 

O mapa da projeção da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) para o pior cenário que o município poderá chegar está disponível no site institucional da Prefeitura.  

Neste momento, o município contabiliza 536 pessoas abrigadas. Os abrigos em funcionamento são: Esporte Clube Camponês – Arraial, Abrigo Cruz Vermelha (antigo BIG), Ginásio Wanda Rocha (Cassino), EMEF João de Oliveira Martins (Castelo Branco), EMEI Vila da Quinta. Abrigo Fábrica de Cordas brigo Fábrica de Cordas – Direcionado exclusivamente a pessoas ou famílias atípicas. Coordenado pelo Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Altas Habilidades (COMDES) e Coordenação dos Direitos das Pessoas com Deficiência (contatos: 53 9950-4546 / 53 9168-1815). Quiterense (localidade da Quitéria). Grêmio BALL (Centro). Sest Senat (Parque Marinha).

Abrigo pronto: EMEI no ABC – Cassino; EMEI no Camping – Cassino; Camping do Cassino; Rainha da Paz – Pq. Guanabara; Escola Eliezer de Carvalho Rios (ABC – Cassino). EMEI Castelo. EMEI Maria da Glória. Escola Anselmo Dias.

Abrigos em preparação: CAIC (FURG) e EMEF Valdir Castro.

Ruas bloqueadas 

O bloqueio de vias estará sujeito a variação dos níveis da Lagoa dos Patos e sua influência sobre as vias urbanas. A orientação é que os motoristas evitem as áreas das zonas de risco. 

Animais resgatados 

544 animais resgatados. 

Transporte  

A Secretaria Municipal de Mobilidade, Acessibilidade e Segurança (SMMAS) informa que o transporte público se encontra totalmente afetado às condições de alagamentos das vias municipais. 

Para consultar as informações sobre os horários em vigor, a população deve consultar o Aplicativo (App) Cartão Rio Grande, a empresa Transpessoal ou o WhatsApp 156. 

As travessias de lancha e balsas de Rio Grande para São José do Norte estão suspensas.  

Postos de Saúde 

Os serviços 24 horas estão todos mantidos: Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Serviço Municipal de Urgências (SMU). Informações detalhadas sobre as Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) no site da Prefeitura através do boletim.

O prédio da Secretaria de Saúde está fechado em função da enchente que invadiu as ruas no entorno. O Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia está realocado no Hospital de Cardiologia, na Avenida Presidente Vargas.

Coleta seletiva

A coleta seletiva também está interrompida na cidade. 

Telefones de emergência

(53) 99968-3244 (WhatsApp), 3233-8460 ou 3233-8461  

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome