Bosque da Memória será espaço de homenagens às vítimas da Covid-19 e de preservação à natureza em Rio Grande

Reunião realizada com os setores envolvidos para definir detalhes da campanha (Foto: Divulgação/Prefeitura de Rio Grande)

Como forma de homenagear as vítimas da Covid-19 e promover plantios de árvores e a preservação ecológica, a Prefeitura do Rio Grande está aderindo à Campanha Bosques da Memória. O objetivo principal é plantar árvores e recuperar florestas, como um gesto simbólico e também em agradecimento aos profissionais de saúde no Brasil. A campanha é uma promoção conjunta da Rede de ONGs da Mata Atlântica – RMA, da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica – RBMA e do PACTO pela Restauração da Mata Atlântica, e é desenvolvida de forma participativa e colaborativa. A iniciativa de trazer a proposta para Rio Grande partiu da primeira-dama Lu Compiani Branco, e as atividades têm sido capitaneadas pela Secretaria de Meio Ambiente (SMMA), em parceria com a Secretaria do Cassino (SMC), Secretaria de Cultura (SeCult) e Secretaria de Controle e Serviços Urbanos (SMCSU).

A respeito da Campanha, a primeira-dama disse que o projeto se destaca por oportunizar um momento de despedida para aquelas famílias que perderam entes queridos em decorrência do Coronavírus, já que hoje não são realizados ritos funerários para que não ocorra transmissão do vírus. “Nós sabemos que hoje não existe uma despedida para as vítimas da Covid-19, e que ninguém no mundo gosta de passar por uma situação dessas. Essa despedida acaba não acontecendo de uma forma que a pessoa possa, ao menos, prestar aquela homenagem. Então a ideia desse Bosque veio justamente ao encontro disso, de poder transformar isso, de alguma forma, em um momento de adeus. E de poder dar uma continuidade para aquela pessoa, através de um plantio de uma árvore, que tenha um significado de permanência, de estar ali, de deixar aquela história”, opinou. Ela também salientou que, aliado a esse significado, a proposta permite a preservação da natureza.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Pedro Fruet, ao mesmo tempo será um tributo às vítimas da Covid-19, a ação também irá marcar o início da Década de Restauração de Ecossistemas da Organização das Nações Unidas (ONU). “É uma homenagem para as vidas perdidas, que também simboliza um marco de esperança para o futuro, com as mudas dessas árvores que vão crescer e vão atrair biodiversidade para aquele lugar. Também vai marcar o início da Década de Restauração de Ecossistemas, da ONU, que Rio Grande também está aderindo. Estamos nos comprometendo a realizar plantios ao longo dos próximos anos, para contribuir para essa restauração da Mata Atlântica”, destacou.

Sobre a homenagem

Na tarde de hoje (13), foi realizada na Prefeitura uma reunião com os setores envolvidos para definir detalhes da campanha. Serão quatro dias de plantio de mudas, programados para o mês de junho. A primeira atividade será no dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente.

Conforme explicou Fruet, familiares e amigos de pessoas que faleceram em decorrência da Covid-19 poderão participar da campanha. Para isso, em breve será disponibilizado um formulário no site da Prefeitura para preenchimento dos dados do homenageado. Assim, aqueles que aderirem terão a oportunidade de identificar uma das mudas com uma placa com o nome da pessoa, além de poder realizar o plantio da árvore.

O Bosque da Memória Cidade do Rio Grande será no Parque Urbano do Bolaxa, que compõe a Área de Proteção Ambiental (APA) Lagoa Verde, unidade de conservação no município. Todas as mudas serão nativas da Mata Atlântica, com objetivo de contribuir para a biodiversidade do Parque.

Segundo a primeira-dama, no local, em uma área de destaque no centro do Bosque, será cultivada uma árvore fitoterápica, em homenagem póstuma ao Dr. Marcos Cardia, representando todos os profissionais da saúde. No entorno, será feito o plantio das árvores em respeito às vítimas da Covid-19.

A comunidade em geral também pode contribuir com a campanha realizando a doação de mudas de árvores nativas. Para isso, o interessado deve procurar a Secretaria do Cassino, pelos telefones (53) 3236-1435 / 3236-1406.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome