Sintomas de languidez, dores no ciclo menstrual e enxaqueca crônica

Hospital Miguel Piltcher.

ENTENDA OS SINTOMAS DE LANGUIDEZ

Ter momentos de languidez é normal; o problema acontece quando se torna crônica. Vamos fazer um pequeno jogo de perguntas. Você pode responder “bem”, “mal” ou “mais ou menos”. Vamos começar? Como vai o seu trabalho? Como foi a sua semana? Como vão as coisas com seu companheiro ou companheira? No geral, como você se sente?
Se a maioria das respostas foi “mais ou menos”… você pode ter languidez. Não se assuste, não é nada preocupante. Mas é algo que precisa ser tratado, especialmente quando se prolonga por muito tempo.

Mas o que é a languidez? Trata-se de um estado emocional no qual não há propósito de vida, há estagnação, sentimento de vazio e falta de paixão. Neste estado “mais ou menos”, o principal é que sentimos apatia ou vazio, nos tornando funcionais, mas agimos no automático: nós nos levantamos, tomamos café, banho, vamos ao trabalho e cumprimos nossa jornada “porque precisamos fazer”. Mas seguimos sem rumo, ou seja, sem propósito de vida e sem o motor proporcionado pelo desejo e pela paixão. Não é algo patológico, pois faz parte dos estados emocionais normais das pessoas – e todos nós podemos nos sentir assim, até dentro de um mesmo dia, com picos de inspiração e de apatia. E o problema surge quando esse nivelamento, essa languidez, se torna algo crônico.

MULHERES E AS DORES DURANTE O CICLO MENSTRUAL

Grande parte das mulheres sente dor durante o ciclo menstrual, geralmente, essa dor é sentida como cólicas abdominais, que podem se espalhar para as costas, coxas, pernas e outras partes do corpo. Ela pode ser vivenciada de forma moderada e constante durante o período, ou como espasmos mais fortes e dolorosos. As mulheres também podem sentir náuseas, diarreia e dores de cabeça. A verdade é que a dor durante o período menstrual varia muito entre as mulheres, desde o local exato do corpo onde é sentida até a intensidade com que ocorre. Os tecidos do útero liberam substâncias químicas que causam dor e, ao mesmo tempo, o corpo produz as chamadas prostaglandinas, que aumentam durante o período menstrual. Para muitas das mulheres que sentem dor durante a menstruação, o quadro pode ser aliviado com medicamentos analgésicos ou anti-inflamatórios. Mas, em alguns casos, a dor menstrual pode ser causada por uma condição médica subjacente. Um desses distúrbios são os miomas uterinos, também chamados de miomas, que são tumores não cancerosos que podem crescer dentro ou ao redor do útero e podem tornar os períodos menstruais pesados e dolorosos. A dor menstrual também pode ser causada por doença inflamatória pélvica (DIP), uma infecção bacteriana do útero, trompas de falópio ou ovários.

ENTENDA SE SUA DOR DE CABEÇA É UMA ENXAQUECA CRÔNICA

Você acha normal ter dores de cabeça muito fortes de vez em quando. A dor é tanta que fica difícil abrir os olhos, se mover, conversar com as pessoas e se concentrar. Quando você está estressado – e no caso das mulheres, no período menstrual – essas “super dores de cabeça” costumam acontecer mais. Mas geralmente, basta tomar um analgésico ou um cafezinho, e ela melhora. Não há com o que se preocupar, certo? Errado. “Não é normal ter enxaqueca, mas a maioria das pessoas não sabe que sofre desse problema”. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a enxaqueca é a sexta doença mais incapacitante no mundo. Há mais de cem tipos de dores de cabeça e todas elas são, de acordo com o neurologista, sintomas de algo que está acontecendo no corpo. Mas a enxaqueca é considerada uma síndrome, que inclui a dor de cabeça, mas tem outras características específicas. Se você já percebeu que tem enxaqueca, mas descartou a possibilidade de que ela seja crônica porque só sofre de vez em quando, pense novamente, pois a enxaqueca crônica corresponde a, pelo menos, 10% dos casos. Procure a um especialista – com o seu “diário de dores de cabeça”, de preferência – para fazer o diagnóstico. Não deixe de anotar as dores leves, que você acredita serem “de tensão”. A quantidade de vezes em que elas aparecem importa.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome