Quebra pau graúdo

… E em Brasília, lindo de ver, baixaria não falta. A palavra é facínora e cinema do tempo do Velho Oeste. Só falta um duelo na Esplanada.
Mas o nosso Bil Lid caldeou a cueca de que o Lula Midi foi para cima. Moderou o palavrório e já não está com essa potência toda. Na hora da cobra fumar é que se vê. Não torço para nenhum, mas nesse baixou de perneira, afinal nunca se sabe de onde vem o bote.

Gostei do tal de Mourão
Fala mansa, é gaúcho, mas “dos caladão”. Esse tipo não costuma mijar em guampa. Quando funga, sai da frente, porque a tormenta é forte. Raio acolherado é coisinha, como dizia o finado Ataliba no seu lindo guajar andejo. Talvez esteja aí a solução.

E o frio?
La Niña vem por aí e trazendo o frio a cabresto. Por isso, na república oriental do cerro agudo, o compadre Picote já está juntando uns tocos por garantia. É meio exagerado, mas por lá é assim mesmo.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome