Penca buena

Piratini
Neste domingo (15), é dia de penca e por todo Brasil. Por aqui, a coisa vai mansa como “tropeada de lesma”. Não pelaram a “guaxa” de nenhum candidato, mas no Rio de Janeiro já embarcaram, até agora, uns dez para São Pedro. No Nordeste, já bolearam outro tanto. Já foi a bala. Por aqui, seria na gravata colorada – degola –, coisa mais brutal. Nosso povo está mais civilizado, é melhor xingar do que matar.

Piratini II
Como a candidatura do Macega foi pra banha, ficaram quatro. Divisão de votos. Coligação, entrevero de todos os lados. Promessas, capãozito para o Natal, uma teta na tia prefa e assim vai. Isso não é de hoje e não vai mudar, com certeza.

Cerrito
Por lá, é penca para decidir no focinho, pau a pau. Parelheiro amilhado. Vai ser de conferir de cima do barranco. Abraços ao amigo Guastucci.

Canguçu
Outra penca lindaça, Vinícius e meu amigo Fininho. Vem de cola em pé, são favoritos, mas o Mota tem chão e não se arroia. Assim, no más, na outra passada, acreditei nos guris e não deu outra. Agora querem mudar o trote da gateada. Como demoliram o cerro da liberdade, é de se espiar do cerro da santa, e rezar…

Vereadores
Aí é cascudo preto em rede feiticeira. São muitos e a maioria sem currículo algum. Diria que vieram na arca de Noé e ficaram. A esperança é a gurizada nova. Só eles podem mudar alguma coisa.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome