Pelotas x Cola de Cavalo…. Comparação

Jotace, colunista e contador de causos.

A ex-linda Princesa do Sul vai de mal a pior sem indústrias. As grandes não querem nem pensar em se instalar aqui pela falta de incentivo fiscal e o perigo de cheias na área portuária, como acontece seguidamente. E olha que estamos a pouca distância de um grande Porto para exportação e temos um aqui, que em outros tempos, teve muito movimento, mas murchou como tantas coisas importantes. Agora, um caos se abateu no setor de comunicações. Tínhamos vários cinemas espalhados pela city e praticamente fecharam todos. Emissoras de rádio outrora famosas e com grande audiência começaram a fechar, como a Rádio Pelotense com praticamente 100 anos de vida… Um século… A Rádio Cultura, que tinha inclusive auditório para grandes produções, também se foi. Restou a Rádio Tupanci, que tem boa programação e sozinha. Esperamos que não repita o fracasso das co-irmãs. E os jornais? O Diário Popular, tradicional há mais de um século e com larga tiragem na região, com seu tradicional Caderno de Domingo, no qual vinham dezenas de ofertas de emprego e eram disputados no balcão pelos menos favorecidos em busca de uma vaga. Fica a lembrança de um homem nota 10. Clayr Lobo Rochefort, que dirigiu com maestria e seriedade o referido jornal, além de participar de eventos sociais e beneficentes onde quer que acontecesse. Fica o Tradição Regional forte e resistente ante essa crise que se abate principalmente em nossa região.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome