Insatisfação e críticas

O seu amigo tinha morrido. E Jesus chorava. Algumas pessoas reconheceram o amor dele por Lázaro. “Mas algumas delas disseram: — Ele curou o cego. Será que não poderia ter feito alguma coisa para que Lázaro não morresse?” (Jo 11.37). O nosso coração duro não perde a oportunidade de criticar até mesmo as pessoas que sofrem e enfrentam a dor. Sempre achamos que poderiam ter feito algo, que o sofrimento deve ter sido culpa delas, que elas merecem o que estão passando, que estão sendo egoístas por não agirem. Jesus, tão diferente, perdoa o pecador, acolhe o sofredor, chora. Ama, de verdade. Poderoso, vitorioso sobre a morte, ele ainda continua nos pedindo para pararmos de duvidar, para sermos humildes diante do sofrimento e do Deus da vida. Ele pergunta: “Eu não lhe disse que, se você crer, você verá a revelação do poder glorioso de Deus?” (Jo 11.40). Confie. Espere. Pare de reclamar à toa. A ressurreição chegará.

Oração: Jesus, dá-me fé para viver aqui sem encher o meu coração e o ouvido das outras pessoas com reclamações imaturas. Faze-me olhar para o poder da tua ressurreição e viver em paz. Amém.

Leia em sua Bíblia
João 11.35-40
Compartilhe #HoraLuterana
www.horaluterana.org.br

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome