Desgraça pouca é bobagem!

Jotace, colunista e contador de causos.

Desgraça pouca é bobagem! De fato, é só prestar atenção ao que acontece na sua volta, ao mundo na verdade.

Vamos iniciar por Brumadinho. Era só uma questão de tempo. E esse tempo chegou chegando! Dezenas de vidas ceifadas e muitos corpos que jamais encontrarão. Casas não aguentaram e viraram cemitério. E o pior é que nada fizeram a respeito.

Depois, foi Niterói, no Rio de Janeiro, em que morreram 400 e poucas pessoas, fora os desaparecidos das residências e que nada foi resolvido.

No Maranhão, as tristemente famosas voçorocas, medindo 80 de largura por 100 de fundura engolindo dezenas de casas. Na verdade, bairros inteiros com o prefeito sendo obrigado a mudar a cidade de lugar para evitar o pior – o fim de tudo e da população.

Outro lugar afetado por tragédias climáticas foi Santa Catarina, que fica bem no meio do corredor dos temporais pesados. No Rio Grande do Sul, a linda cidade praiana de São Lourenço do Sul também quase já foi devastada.

E, agora, essa destruição medonha, incluindo a Capital do Estado. Pelotas vive na expectativa da Barragem Santa Bárbara, que faz um tempão que não é limpa, sofrendo um desassoreamento. E se acontecer um rompimento, leva meia cidade pela frente. A senhora prefeita podia tomar uma providência e se adiantar.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome