Piratini: Fiscalização aplica multa de R$ 12 mil em promotor de festas clandestinas

Editoria de Polícia. (Foto: Divulgação)

A Vigilância Sanitária de Piratini multou um promotor de eventos no interior do município em R$ 12 mil ao comprovar que ele continuava a organizar festas na zona rural. Conforme a fiscalização, isso foi possível dado ao conjunto probatório da infração que reuniu imagens e relatos de testemunhas de que o homem insistia em desrespeitar as normativas contidas em sucessivos decretos municipais que proíbem atividades que causem aglomeração dado à pandemia.

“Reunimos as provas e o multamos. Mas não tem sido uma tarefa fácil fazer a fiscalização nesse sentido, pois quem vem desrespeitando a lei muda constantemente os locais em que os eventos clandestinos são promovidos”, enfatiza o fiscal sanitário da Prefeitura, Michel Gomes.

Na madrugada de sábado (28), a Vigilância uniu-se com a Brigada Militar (BM) para juntas realizarem uma operação para impedir ou desfazer aglomerações.

Houve flagrante no Passo do Batalha, onde uma atividade estava sendo realizada e a Prefeitura acredita que muitas pessoas se evadiram do local quando viram as luzes das sirenes nas viaturas da polícia, mas foi possível enquadrar o organizador e este foi multado em R$ 12 mil, além da BM ter lavrado o termo circunstanciado.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome