Estado de saúde de jovem piratiniense se agrava e impede transplante de medula

Susana Panatieri de Farias e a mãe, Madalena.

A piratiniense Susana Panatieri de Farias, neta do médico Rômulo Panatieri, teve seu estado de saúde agravado e exames detectaram uma leucemia que, segundo a tia, Angélica Panatieri, vai impossibilitar, neste momento, o transplante de medula que já estava marcado para acontecer. Susana, 16 anos, está internada no Hospital das Clínicas, em Porto Alegre.

“Ela está muito frágil, sem condições de que qualquer procedimento seja feito, inclusive o transplante no qual o pai, Delomar Silveira de Farias, é o doador. Agora é preciso rezar, pedir que um milagre aconteça e torcer para que a equipe médica consiga estabiliza-la, para, posteriormente então, o procedimento ser realizado”, explicou a familiar.

Segundo Angélica, a sobrinha sofria há um ano de síndrome mielodisplásica, que poderia evoluir para uma leucemia, o que acabou acontecendo.

“Até os primeiros dias de agosto, os exames mostravam que todas as taxas dela estavam boas, mas há três dias, surgiu a leucemia e pronto, acabou ocasionando a internação na última quarta-feira (12)”, explicou Angélica.

Por fim, disse que não foi a família que disparou a campanha por medula óssea no Facebook, visto que o doador de Susana será o pai. Mas afirmou compreender o gesto, pois todos querem ajudar de alguma forma.

“O material coletado pelos hemocentros vai para um banco com cadastro mundial e lá se verifica quem é ou não compatível, por isso, pedimos que as pessoas façam sim este gesto se dirigindo ao Hemocentro de Pelotas, pois mesmo não servindo para a Susana, poderá ajudar outro paciente que sofre da doença”, concluiu Angélica.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome