Pelotas: Prefeitura afirma que eliminou déficit de médicos nas UBSs

A campanha quer informar a população sobre lúpus, fibromialgia, Alzheimer, leucemia e a importância da doação de medula óssea. (Foto: Freepik)

Nesta segunda-feira (4), Pelotas recebeu oito médicos, na Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Programa Mais Médicos do governo federal. Com os novos profissionais, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município passam a ter médicos que atuam em ambos os turnos, reduzindo por completo o déficit dos profissionais da área da Atenção Primária em Pelotas.

Conforme a secretária de Saúde, Roberta Paganini, com as novas contratações, o Programa Mais Médicos totaliza 45 profissionais nas UBSs do município, o que auxilia na organização dos turnos de atendimento nas Unidades.

“A partir de agora, as UBSs da zona rural terão médicos todos os dias, no horário de funcionamento das Unidades, algo que já ocorria na zona urbana. Isso reflete o trabalho feito pelo Município, junto à SMS, desde o fim de 2022, quando Pelotas apresentava carência de 26 profissionais. Continuaremos trabalhando, cada vez mais, para fortalecer a Atenção Primária e ofertar serviço de qualidade, com organização dos turnos, possibilitando tanto o atendimento da demanda aguda, quanto da retomada de programas de promoção e prevenção à saúde”, avaliou a secretária.

A SMS fará o remanejamento de profissionais para atender à população e cumprir com a obrigatoriedade dos médicos do programa em unidades vinculadas às equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF). Ao todo, dois médicos serão alocados na UBS Virgílio Costa, enquanto as UBSs Cordeiro de Farias, Corrientes, Colônia Z3, Guabiroba, Dunas e Laranjal serão contempladas com um em cada.

Para a diretora da Atenção Primária, Greice Mattos, a redução completa do déficit representa o avanço na atenção à saúde da população. “Sendo a Atenção Primária ordenadora do cuidado, responsável por resolver 85% dos problemas de saúde, a superação do déficit de médicos representa avanço à atenção à saúde da população do município, visto que, com as equipes completas, é possível atender os usuários na ótica multiprofissional, pensando na integralidade do cuidado desses”, completa.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome