Centenas de jovens recebem segunda dose no Happy da Vacina

Mais de 700 pessoas com 18 anos ou mais completaram a imunização contra a Covid-19 entre as 17h e as 21h de quinta-feira (23). (Foto: Foto Michel Corvello)
A segunda edição do Happy da Vacina, realizado pela Prefeitura de Pelotas, repetiu o sucesso da anterior e mobilizou a garotada na busca pela complementação do esquema vacinal contra o coronavírus. Entre o fim da tarde e o começo da noite da quinta-feira (23), 756 jovens com 18 anos ou mais receberam a segunda dose da CoronaVac no auditório do Colégio Pelotense.
A expressão Happy da Vacina, em alusão a momento feliz, foi adotada pelo Município como forma de identificar um horário diferenciado para facilitar o acesso à imunização. E põe felicidade nisso! Foi o caso da estudante Thais Gautério. “Acredito que essa vacina vai ajudar bastante para, aos poucos, a gente recuperar parte da normalidade. Estou mais tranquila agora”, afirmou.
A jovem Caroline Barbosa também estava com bastante expectativa. “Espero que todos consigam, o mais rápido possível, tomar a segunda dose e que as coisas melhorem”. Para o estudante Bruno Lucena, a complementação da vacina é fundamental para aumentar a proteção. “A gente está vendo praticamente tudo retomando uma certa normalidade e muita gente ainda contraindo o vírus. Por isso, é importante que todos consigam concluir a vacinação e continuem seguindo todos os cuidados”, analisou.
O calendário de vacinação em Pelotas prossegue nos próximos dias, com segunda dose no drive-thru do Centro de Eventos e, também, terceira dose para idosos e imunossuprimidos nos bairros.
Programação
Drive-thru – Centro de Eventos das 9 às 17h
– Sábado (25) – 2ª dose para pessoas de 51 anos ou mais que receberam a 1ª dose da AstraZeneca no dia 25 de junho
Bairros – das 10 às 15h
– Segunda-feira (27) – 3ª dose para idosos com 70 anos ou mais e para pessoas com imunossupressão
Serviço de Assistência Especializada (SAE), rua Almirante Guilhobel, 221, Fragata, das 9 às 15h
– Terça-feira (28) – 3ª dose para pessoas com imunossupressão
Veja a documentação
Documentação para 2ª dose
– Documento de identidade; e,
– comprovante de vacinação para comprovar a 1ª dose.
Documentação para 3ª dose – Idosos com 70 anos ou mais
– Documento de identidade; e,
– comprovante de vacinação para comprovar as duas doses ou esquema vacinal completo, com seis meses de intervalo desde a última aplicação.
Documentação para Imunossuprimidos
– Documento de identidade; e,
– novo atestado padrão, confeccionado pela Prefeitura, disponível no site do coronavírus. Esse documento é diferente do que foi exigido para a primeira dose do grupo de pessoas com comorbidades. Para emiti-lo, os pacientes devem se deslocar até uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou outro serviço de Saúde. A esse grupo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) orienta que o intervalo entre a segunda ou a dose única, e a 3° dose, seja de 28 dias.
Veja os pontos de vacinação nos bairros
– Pelotas Parque Tecnológico – avenida Domingos de Almeida, 1.785 – Areal
– Colégio Pelotense – Auditório, entrada pela avenida Bento Gonçalves – Centro
– Associação Rural – Casa da Amizade, avenida Fernando Osório, 1.754 – Três Vendas
– Paróquia São José, avenida Duque de Caxias, 520, no Fragata
Orientações importantes
A SMS informa que é preciso aguardar o intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação da vacina contra a Covid-19 e qualquer outra do esquema vacinal, incluindo a que protege da gripe, para garantir a imunização correta.
Além disso, as pessoas que apresentarem sintomas gripais não devem comparecer na data marcada. O mesmo vale para quem tiver positivado para o coronavírus. É necessário aguardar 30 dias do início dos sintomas para receber a aplicação.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome