Vereador Carlos Júnior (PSD) propõe ingresso social para o futebol em Pelotas

Vereador Carlos Júnior propôs a medida. (Foto: Gabriel Xavier)

O projeto do parlamentar do Carlos Júnior (PSD) denominado “Futebol para todos” foi formulado com o objetivo de beneficiar torcedores em situação de vulnerabilidade social, que devem obrigatoriamente, estarem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Conforme a proposta protocolada no Legislativo Pelotense, os clubes devem destinar no mínimo 5% (cinco por cento) do montante dos ingressos de menor preço para os não sócios, que deverão ser vendidos por até 20% (vinte por cento) do valor total.

No ato de compra do ingresso, o beneficiário deve apresentar documento de identificação com foto e comprovante de inscrição no CadÚnico.

Cabe ressaltar que a lei só é válida para estádios, arenas e outros locais de realização de jogos de futebol, e será uma maneira de oportunizar o retorno de torcedores que se afastaram das praças esportivas diante do aumento do valor dos ingressos, o que foi consequência da elevação dos custos para a realização dos eventos esportivos.

Antes mesmo de protocolar a iniciativa no parlamento, o vereador Carlos Júnior (PSD), que também é o presidente da Comissão de Desporto da Câmara Municipal de Pelotas, esteve reunido com os presidentes dos clubes de futebol profissional da cidade, onde obteve aprovação para que houvesse encaminhamento do projeto.

A iniciativa visa assegurar a redemocratização de um esporte que já considerado extremamente popular.  “Entendo que fazer futebol é caro, mas caro também é pagar um ingresso cheio para quem ganha pouco, com a aprovação, que temos a certeza que vai acontecer, torcedores de baixa renda poderão voltar a frequentar os estádios de futebol, e isso é inclusão, é resgate de dignidade”, afirmou o vereador.

O projeto recebeu parecer favorável nas comissões técnicas, agora será submetido para votação em plenário. Depois de aprovado e sancionado pelo Poder Executivo, ocorrerá a publicação em forma de lei, e passará a vigorar em 2022, por ocasião da realização do Campeonato Gaúcho de Futebol.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome