Tanque militar de alta performance auxilia resgates em Pelotas

Situação das enchentes na região das Doquinhas. (Foto: Michel Corvello/Ascom)

Com quase 15 toneladas em estrutura e a possibilidade de alcançar até 100km/h, duas unidades do tanque anfíbio Guarani, do Exército Brasileiro, foram deslocadas para Pelotas. A frota militar de alta performance, de propriedade da 8ª Brigada de Infantaria Motorizada, irá auxiliar os trabalhos de resgate em regiões alagadas do município. A prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) conheceu as viaturas, no sábado (11), ao acompanhar a situação das inundações no balneário Valverde, no Laranjal. 

“Agradecemos a 8ª Brigada de Infantaria Motorizada, na pessoa do General Murray, que nos disponibilizou esse veículo, que enfrenta áreas alagadas, mais profundas e sem riscos. Tenho certeza que esse apoio nos ajudará muito nos trabalhos de resgate que ainda forem necessários. Viemos até aqui para verificar as áreas alagadas do Laranjal, sobretudo do Valverde. É muito triste ver esse local assim, mas o que importa, antes de qualquer coisa, é que as pessoas estejam salvas, seguras e bem”, destacou a prefeita. 

Além da versatilidade de atuação em diferentes terrenos, tanto em terra, quanto em água, as viaturas possuem uma série de recursos tecnológicos e possuem, ainda, motores blindados de até 383 cavalos. O comandante da 8ª Brigada de Infantaria Motorizada, General Richard Wallace Scott Murray, explica porque os veículos podem ser essenciais para a efetividade dos resgates. 

“Essas são viaturas anfíbias, de última geração e com bastante tecnologia embarcada, capazes de entrar em locais onde viaturas normais não conseguem. Mesmo os caminhões, apesar de serem altos, têm algumas limitações. Esses tanques entram nesses locais mais complexos e, se for preciso, também navegam nas regiões de maior profundidade”, afirmou. 

Dona Ivonir, de 66 anos de idade, viu de perto a qualidade da estrutura ao ser resgatada pelo veículo militar. Durante vistoria dos alagamentos no balneário, as equipes identificaram a aposentada em situação de risco e auxiliaram no processo de resgate. 

“Eles foram como anjos para gente. Só temos que agradecer. Nós moramos aqui há quase 30 anos e nunca tínhamos visto a água chegar onde chegou. Conseguimos salvar todos da família e alguns eletrodomésticos, mas de resto acabou ficando tudo para trás”, lamentou a aposentada. 

Áreas de Risco 

O município mantém o alerta de evacuação imediata para os moradores dos balneários Valverde e Santo Antônio. As populações residentes das demais regiões de risco, também devem deixar suas casas e buscar locais seguros, em casas de amigos e familiares, ou em um dos sete abrigos públicos de Pelotas. 

Durante a tarde deste sábado (11), a Prefeitura atualizou o mapa de áreas de risco da cidade. Confira a atualização através do link: https://bit.ly/mapaderisco-pelotas. 

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome