Pelotas: Prefeitura e UCPel promovem a inclusão digital de pessoas vulneráveis

Nesta edição do programa, 30 usuários participam. (Foto: Reprodução/Freepik)

A Prefeitura retomou uma antiga parceria com a Universidade Católica de Pelotas (UCPel), para que adolescentes e adultos usuários dos serviços da Secretaria de Assistência Social (SAS) participem do programa Educando para a Cidadania: Leitura e Inclusão Digital. As oficinas, realizadas dentro da própria UCPel, começaram em agosto e seguem até novembro.

Nesta edição, 30 usuários do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) Centro e São Gonçalo, e residentes em abrigos institucionais participam. São duas turmas com um encontro semanal de 90 minutos. A SAS garante vale-transporte para os participantes.

A proposta do programa é contribuir com o crescimento pessoal e profissional, proporcionando a inclusão digital na era tecnológica. O coordenador da iniciativa, professor Fábio Raniere, explica que o conhecimento digital é fundamental para a inserção no mercado de trabalho e a ação reafirma a missão da UCPel com o desenvolvimento local e regional.

A coordenadora de Proteção Social Especial de Média Complexidade da SAS, Andréia Iriart, explica que a parceria iniciou em 2018, mas, devido à pandemia do coronavírus, o acesso foi restrito, assim como todas as atividades coletivas não essenciais. A retomada oferece novas perspectivas aos participantes, que vivem em situação de vulnerabilidade social. “Uma ação de inclusão social que estimula novos projetos de vida e cria vivências positivas para os adolescentes”, resume Andréia. Todos os participantes receberão certificado ao concluírem a capacitação.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome