Pelotas: Campanha do Agasalho começa nesta quinta-feira (6)

Campanha do Agasalho 2020 (Foto: Paulo Ienczak/Prefeitura de Pelotas)

Chegou a hora de tirar as roupas mais quentinhas do armário. Os dias de calor ainda não foram embora de vez, mas quem vive em Pelotas já percebeu que o momento é de intercalar roupas mais leves com o moletom ou o casaquinho. Para quem tem tudo no guarda-roupa é mais fácil. Mas, muitas pessoas precisam de doações para enfrentar os primeiros sinais do frio que se aproxima. Visando atender a esse público, a Prefeitura de Pelotas lança, nesta quinta-feira (6), às 9h, no drive-thru de vacinação no Centro de Eventos da Fenadoce, a Campanha do Agasalho 2021 com a presença da prefeita Paula Mascarenhas.

A ação deste ano traz como mote a mensagem conhecida dos memes das redes sociais “Já tô com a roupa de ir” – uma referência a algo que é esperado ansiosamente pelas pessoas, seja por aqueles que esperam pela vacina, seja pelos que aguardam pelas doações de quem tem uma peça de roupa para oferecer. O meme também resgata, principalmente entre os mais velhos, a expressão “roupa de domingo” ou “roupa de sair”, que remete aos vestuários para ir ocasiões especiais.“A vacinação é um momento de esperança e de proteção e chama para um ato de solidariedade e empatia, que é a doação. O objetivo é gerar engajamento da população. A renovação da esperança, a partir da vacinação, potencializa o sentimento de gratidão e oportuniza um ciclo do bem ao promover a solidariedade ajudando quem mais precisa”, afirma a prefeita.

Campanha de 2020 bateu recorde
O secretário de Assistência Social (SAS), José Olavo Passos, alerta para a necessidade de doação de roupas infantis e masculinas, principalmente, que são as mais procuradas. Passos diz, ainda, que a SAS entrega entre 50 e 60 peças diariamente.

Em 2020, a solidariedade bateu todos os recordes. Foram doadas cerca de 130 mil peças. A expectativa é que esse número se repita em 2021. São necessárias roupas masculinas, femininas, infantis, toalhas, lençóis e cobertas.

O titular da SAS destaca, também, que é preciso estar atento à qualidade das peças enviadas para doação, pois as que não tiverem condições de uso serão descartadas.

Por causa da pandemia, os cuidados com a higiene devem ser redobrados. Todas as peças devem ser lavadas antes da entrega, já que a SAS não possui lavanderia. Depois de secas, elas devem ser embaladas em sacos plásticos limpos bem fechados, para evitar a contaminação de quem as manipula, pois a circulação do novo coronavírus ainda é intensa”, explica Passos.

Onde doar
Neste ano, além do drive-thru da vacinação, as doações serão recebidas na SAS, à rua Marechal Deodoro, 404, e nos Centro de Referência de Assistência Social (Cras) dos bairros.

Quem, por qualquer razão, não puder sair para levar a doação, deverá entrar em contato com a Secretaria, das 8 às 17h, pelo telefone (53) 3309-3600, que a equipe buscará, quando for possível, dentro da escala de saídas. O mesmo telefone recebe agendamentos para a doação de alimentos, material de higiene e limpeza.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome