Morro Redondo: Laticínios Bem Me Quer lançará mais dois produtos na 21ª Expofesta Regional da Melancia

Após conversa com a família sobre quais eram os seus objetivos, o Engenheiro de Alimentos Renato Cougo dos Santos, desenhou o que viria a ser a Agroindústria de Leite Bem Me Quer. (Foto: Divulgação)

O Programa Estadual de Agroindústria Familiar (PEAF) tem possibilitado que muitas famílias de agricultores alcancem o sonho de transformar a sua produção em um produto industrializado. Assim foi com a família de Andréa Manke Vieira, que em 2018 solicitou um apoio da Ascar-Emater/RS para apresentar a vontade de transformar parte de sua produção leiteira em queijo.

Após essa demanda levantada ao escritório municipal da Ascar-Emater/RS de Morro Redondo, a Médica Veterinária Adriane Lobo solicitou o apoio do escritório Regional da Ascar-Emater-RS de Pelotas. A partir de uma visita e conversa com a família sobre quais eram os seus objetivos, o Engenheiro de Alimentos Renato Cougo dos Santos, desenhou o que viria a ser a Agroindústria de Leite Bem Me Quer. A família já tinha nome para o empreendimento e até a marca já estava na cabeça. Naquele momento era o casal que sonhava, pois, mesmo com o apoio das três filhas, elas estavam na cidade em busca de trabalho e sustento para suas famílias, também. Acreditando na ideia, venderam os maquinários que tinham para a produção de soja e partiram para colocar a planta desenhada em prática. E hoje, onde havia um espaço vazio próximo à casa da família, funciona a agroindústria.

Já de saída deu para ver que eles não estavam para brincadeira: começaram em meados de 2022, após o Registro no Serviço de Inspeção Municipal (SIM), com o registro de quatro tipos de queijos: Colonial, com Salsa e Cebolinha, com Chumichurri e com Orégano. E começaram a participar de feiras e festas para não mais parar. Foram aos poucos conquistando o mercado e gostaram do que estavam fazendo e vendo. Já em 2023, na Fenadoce de Pelotas ampliaram o portfólio de produtos e lançaram a Ambrosia, Rapadura de leite e a novidade do Queijo Colonial maturado no vinho.

Nesse momento a maior conquista da família aconteceu, duas filhas retornaram com suas famílias para auxiliar na produção do leite e da agroindústria, tamanho sucesso que estavam fazendo nas Feiras e festas da região e do estado, como Expointer, em Esteio, ExpoAgro/Afubra, em Rio Pardo, Feira da Fronteira em Santana do Livramento e todas da região, sempre com o apoio da Ascar-Emater/RS para organização da documentação, registros, gestão, produção e comercialização, que é quem opera o PEAF, no qual a Agroindústria está inclusa sob o nº 17.136/18.

Agora, na 12ª Feira da Agricultura Familiar, durante a 21ª Expofesta Regional da Melancia, que acontecerá em Pedro Osório dias 3 e 4 de fevereiro, mais dois produtos serão lançados: a Manteiga com Sal e o Iogurte de Morango. “ É importante ter mais produtos, eu sempre tive a ideia de ampliar para além dos queijos, a diversidade é importante. Essa é uma forma de agregar valor ao produto principal, que é o leite, que está com o preço muito defasado. É importante ter vários tipos de produtos para oferecer ao consumidor. Em breve teremos mais novidades”, declara Andréa.

Além da comercialização dos produtos em feiras e Festas e mercados locais, eles também comercializam na Agroindústria, que está localizada no Passo do Vieira, em Morro Redondo.

Confira:

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome