Jaguarão: Secretária de Saúde discute com Famurs atendimento à demanda por cirurgias, exames e consultas

Foto: Divulgação/Assessoria

A secretária da Saúde, Arita Bergmann, se reuniu nesta terça-feira (26), com o presidente da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, e o vice-presidente e prefeito de Jaguarão, Fávio Telis.

No encontro, do qual fez parte também a secretária adjunta da Saúde, Ana Costa, foram discutidas ações para atender à demanda reprimida no Estado para consultas, exames e cirurgias de média complexidade no pós-pandemia. Foram exibidos números que mostram, por exemplo, a necessidade de 14.337 cirurgias gerais e 12.738 traumatológicas.

Também foi apresentado aos prefeitos o Projeto Testar RS para o verão, com a aplicação de testes contra a covid-19 em aeroporto, rodoviárias, terminais, portos e parques nos municípios com mais de 100 mil habitantes, de fronteira e em regiões de grande movimentação de turistas.

Outro tema foi a pactuação do pagamento da dívida de R$ 460 milhões do Estado com municípios na área da saúde entre 2014 e 2018. Desde 2019, os repasses têm sido feitos mensalmente pela atual gestão, mas ainda falta uma solução para os valores referentes a gestões anteriores.

“Foi uma discussão importante em relação aos municípios e à saúde de todos os gaúchos e gaúchas”, explicou o presidente da Famurs. “Estamos dialogando para avançar efetivamente, buscando o entendimento e a convergência naquilo que é melhor para a população”.

“Foi uma conversa preliminar visando buscar ações conjuntas entre o Estado e os municípios com vistas a ampliar o atendimento à população”, explicou a secretária Arita Bergmann.

Convênio

Além do encontro com a Famurs, também foi assinado à tarde o novo convênio entre o Estado e a Santa Casa de Jaguarão nos moldes do programa Assistir. Segundo o prefeito Fávio Telis, é um avanço para toda a região. “Poderemos ter melhoria e ampliação do atendimento”.

A secretária Arita Bergmann afirmou que a formalização do contrato já está sendo feita pelo novo Programa Assistir, “justamente porque a Santa Casa é uma instituição que entrega vários serviços, não só para sua população local, mas como referência para toda a região”. Ela também avaliou como positiva a postura do prefeito como vice-presidente da Famurs, no apoio a programas como a Rede Bem Cuidar, Farmácia Cuidar + e agora com a ampliação da testagem para detecção da Covid-19.

“A Famurs, através de sua representatividade, tem procurado fazer a aproximação e o fortalecimento do vínculo com o Estado para atender às demandas dos municípios”, disse Telis. “Certamente serão atendidas de forma positiva”.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome