Comércio jaguarense se prepara para as vendas de Natal

Lojas projetam aumento nas vendas de Natal em relação ao ano passado, e apostam no capricho das decorações para chamar a atenção dos clientes. (Foto: Divulgação)

Um dos destaques do município de Jaguarão é o comércio, que está otimista em relação às vendas no final do ano devido ao avanço da vacinação contra a Covid-19. Há setores que estimam uma alta de 6% em relação ao último Natal. Muitos lojistas já fazem estoques para as últimas semanas de 2021.

Servindo como uma renda a mais para os trabalhadores o 13º salário será usado por 33% dos trabalhadores para fazer compras de presentes de Natal, segundo pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Conforme os dados, outros 34% afirmam que vão economizar o dinheiro. Apenas 16% vão priorizar o pagamento de dívidas em atraso e a mesma parcela pretende pagar impostos e tributos. De acordo com a pesquisa, 59% pretendem fazer algum “bico” para aumentar a renda e comprar mais presentes nesse período.

Em Jaguarão, o comércio está otimista e já se prepara para as vendas, com vitrines decoradas e promoções para tentar atrair os clientes. A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) aposta em um faturamento maior do que o do ano passado.

“Natal é uma das datas em que mais se fatura, considerada muito significativa para o comércio. Este ano, depois de quase dois anos de restrições por conta da pandemia da Covid-19, acredito que o movimento será bastante positivo, com as pessoas saindo mais. Os comerciantes estão animados, preparando lojas com decorações para chamar a atenção dos clientes”, destaca a presidente do CDL, Maria Emma Lippolis.

Na mesma linha, a empresária Kelen Melgares, proprietária da loja de roupas Flakel, disse que já decorou a loja e está preparando muitos descontos. “Estamos otimistas para as vendas de Natal, antecipamos a nossa decoração Natalina e já estamos com muitas novidades para atrair nossos clientes, não deixando de investir pesado nas redes sociais”, disse.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome