Unipampa: Campus Jaguarão paralisa atividades em protesto

Na ocasião, foi realizada uma plenária para discutir o tema. (Foto: Divulgação)

Na noite de segunda-feira (10), foi realizada uma reunião no Campus Jaguarão da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) para sobre a paralisação das atividades em protesto a gestão do governo federal das verbas destinadas às instituições de ensino. Na ocasião, foi realizada uma plenária para discutir o tema, finalizando no apoio e aprovação de todos à paralisação que está acontecendo em outros campi da Universidade.

Segundo Claudinei Moncks Fernandes, representante discente do Campus Jaguarão, o que está acontecendo com o ensino superior no país é uma prova de que o governo federal não está preocupado com a Educação. “Somam-se já devido aos cortes, contingenciamentos e até mesmo confisco mais de um bilhão do orçamento da educação desviados e, por conta disso, evidenciamos a precarização das Universidades e Institutos Federais, dos espaços, a inviabilidade nas atividades de ensino, pesquisas, extensão por não ter orçamento para custear. Além disso, a falta de recurso financeiro ocasiona na impossibilidade das instituições pagarem as contas básicas, como pagamento de funcionários, água, luz e limpeza”.

Fernandes ainda ressalta que, durante essa semana, acontecerão diversas atividades, como roda de conversas, saraus, atividades na rua, panfletagem com a comunidade externa e nas escolas e, no dia 18 de outubro, será realizado o ato Nacional em prol da Educação.

“Temos que levar essa discussão para os secundaristas, principalmente os de Jaguarão e Arroio Grande, que com essa inviabilidade do funcionamento da Unipampa está em risco o próprio acesso deles ao ensino superior. A Unipampa Jaguarão recebe um dos menores valores de orçamento, devido o número de alunos matriculados. Agora, com o corte, esta defasagem está a ponto de fechar a Universidade”, diz.

 

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome