Vitrines apresentam inovações em diversas culturas durante Abertura da Colheita do Arroz

Um dos destaques do evento é a presença de empresas, instituições públicas e universidades com roteiro técnico para produtores conhecerem novidades na produção de grãos e pecuária. (Foto: Paulo Rossi/Divulgação)

Sempre atração nas Aberturas da Colheita do Arroz, as vitrines tecnológicas expõem as últimas novidades para o setor orizícola. Nos últimos anos, com a adesão da produção de grãos em terras baixas, o produtor também tem oportunidade de conhecer as inovações em soja, milho, pastagens, irrigação e pecuária. E neste ano na Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas, que acontece de 14 a 16 de fevereiro na Estação Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS), não será diferente.

Serão mais de 40 vitrines de 34 empresas, instituições públicas e universidades que mostrarão nos roteiros realizados pela manhã dos três dias do evento estas inovações. O diretor técnico da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), André Matos, lembra que a ideia é apresentar o que existe de melhor na atualidade no que diz respeito à tecnologias que possam ser empregadas na lavoura arrozeira. “No sistema atual, não só tecnologias que vão ser aplicadas no arroz mas também as culturas complementares como a soja, milho, pastagens, a irrigação que está sendo feita nas culturas de sequeiro com vários sistemas como irrigação por inundação, por aspersão, suavização do solo. Dentro das pastagens também existem vários sistemas de produção de forragens, várias cultivares que são trazidas para a manutenção do gado o ano inteiro”, observa.

Matos reforça também que dentro do portfólio das culturas do arroz, da soja e do milho chegam as novidades das empresas e as novas cultivares destas culturas que estão sempre presentes. “É um evento completo que a gente abrange dentro das vitrines todos os aspectos como genética, produção de cultivos, irrigação, drenagem, tecnologias para que o produtor saia do evento com o máximo de conhecimento possível e possa empregar dentro da sua realidade de cada propriedade no Rio Grande do Sul e em toda a América Latina”, afirma.

Estarão presentes nas vitrines tecnológicas a Embrapa, Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), Epagri, Sindag, UfPel, Ufrgs, UFSM, Basf, FMC, Dagramas, Super N, Ihara, RiceTec, Cropchem, Spraytec, Brevant, Netafim, Simbiose, ICL, Syngenta, Morgan, Corteva, Yara, FT Sementes, Biotrop, Pioneer, Schroder Consultoria, Ourofino, PGG Wrightson Seeds, Nidera, Nuseed, Bayer, Vittia e Lindsay.

A programação completa assim como as inscrições para o evento, que ocorrerá de forma híbrida (virtual e online), e de forma gratuita, podem ser conferidas no site colheitadoarroz.com.br. A 33º Abertura Oficial da Colheita de Arroz e Grãos em Terras Baixas é uma realização da Federarroz, com a correalização da Embrapa e Senar/RS e Patrocínio Premium do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e do Irga.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome