O rap como luz e gratidão

Israel escreve e canta sua história e sonho. (Foto: Divulgação)

Por Augusto Santos

Cantar música, fazer música, viver música, por dom, por gratidão… É parte do caminho, no qual se chega acompanhado, sozinho, e por ele se vai, com a vida que se carrega ou por ela é levado, encaminhado.

O Israel tem uma história simples, modesta, de menino de fé, batalhador, de talento que desabrocha. E sabe cantar sua história, sua caminhada, alicerçada na essência de menino pobre, de bom coração, sonhador.

Ele tem 19 anos, é natural de Pelotas, e mora no místico e inspirador Cerro das Almas, em Capão do Leão, onde escreve e canta as melodias que contam sua vida, sua historia, suas dificuldades, suas vitórias, seus sonhos, que compõe um novo itinerário para sua jornada, com a gratidão dos sábios.

A sua primeira letra em ritmo rap, cantada, entoada, fala da difícil infância, dos perigos, dos medos, dos sonhos e está no YouTube. Gravada por ele e com arranjos dele, do talento aflorado e residente no seu ser. E Israel sonha alto, quer ver sua música conhecida, reconhecida, aplaudida, seus sonhos ganhando forma.

O rap de Israel ganha forma, ganha espaço, ganha amigos, ganha seguidores.
O bom menino do Cerro das Almas está nas redes sociais, com seu coração e alma em forma de música, com a gratidão e saber dos talentosos. Em pouco tempo, cerca de quatrocentas pessoas acessaram sua voz, ouviram seu cantar, prestigiaram o talento que ele carrega, que se espalha, que inspira.

A página de Israel Conceição da Costa no Facebook se apresenta como primeiro caminho para ir adiante, chegar mais perto de cada vez mais pessoas. É a primeira alternativa para formatar um público para o seu talento musical, poético, para o seu estilo rap.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome