Canguçu sedia curso de Saneamento Básico

(Foto: Divulgação)

Saneamento Básico foi tema de capacitação realizada na última semana, em Canguçu, para 20 extensionistas da região de Pelotas, das áreas social e agrária. O curso foi promovido pelo Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Pelotas com apoio do Programa Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental Relacionada à Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua) e Embrapa Clima Temperado.

O curso foi distribuído em quatro eixos temáticos, tendo por base a Lei 11.445 de 2007, do Saneamento Básico, abordando, no primeiro dia, o Abastecimento de Água, contextualizando a importância da água para vida e a saúde, proteção de nascentes, filtragem lenta, soluções individuais e coletivas para o meio rural e formas de tratamento.

No segundo dia, o tema foi Esgotamento Sanitário, tratando sobre as fossas sépticas, sumidouros e caixa de gordura. A Embrapa apresentou as tecnologias de clorador, fossas sépticas biodigestoras e jardim filtrante. A formação contou com a presença do superintendente estadual substituto da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), que apresentou as políticas públicas de saneamento no Brasil, os recursos disponíveis e as formas de acesso.

No último dia, foi trabalhado o Manejo dos Resíduos Sólidos e das Águas Pluviais, com apresentação de ações concretas, como esterqueira, coleta de lixo, reciclagem, compostagem, cisterna, terraço e curva de nível.

Estiveram presentes extensionistas da Emater/RS-Ascar dos municípios de Amaral Ferrador, São Lourenço do Sul, Pelotas, Canguçu, Pedro Osório, Cerrito, Piratini, Turuçu, Arroio do Padre, Santana da Boa Vista, Santa Vitória do Palmar e São José do Norte.

A formação atendeu a uma demanda da área social, vislumbrando a oportunidade de intensificar as ações ambientais da região, através dos Programas de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, a Diversificação da Produção do Tabaco e os Planos Socioassistenciais.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome