26ª Região Tradicionalista promoverá atividades com foco na solidariedade

Coordenador da 26ª RT, Márcio Adir (à direita) destaca a necessidade de contribuir com o próximo. (Foto: Divulgação)

Ainda sob o contexto da pandemia, 2021 será mais um ano com atividades restritas durante a Semana Farroupilha na 26º Região Tradicionalista (RT). Apesar do avanço da vacinação, a escolha foi pela cautela em eventos que podem proporcionar aglomerações. A data, no entanto, não irá passar em branco, com atividades que promovem, também, ajuda ao próximo.

Algumas tradições permanecem, mesmo com restrições. A geração e distribuição da Chama Crioula para os municípios de Arroio do Padre, Morro Redondo, Pelotas e Turuçu ocorreu na Estância do São José do Piratini, em Capão do Leão. “Lá tem uma chama que esta acesa desde 2009”, conta o coordenador da 26ª RT, Márcio Adir.

Algumas instituições, segundo ele, vão realizar almoços na modalidade de tele-entrega ou com restrições no número de pessoas presentes, mas sem dança. O retorno das atividades, portanto, ocorre de forma gradual. No ano passado, por exemplo, as atividades foram realizadas em grande maioria de forma virtual. “A gente ainda não tem a tranquilidade para fazer eventos com metade do que a gente fazia nas Semanas Farroupilhas”, declarou.

5ª Gincana da Paz distribuirá 1.150 refeições para comunidades carentes de Pelotas e Turuçu. Foto: Divulgação

Além de uma celebração, o momento também é de solidariedade. No domingo (12), teve início a 5ª edição da Gincana da Paz, que ocorre durante o mês de setembro. Durante o evento, tradicionalistas da região realizam ações solidárias, como a doação de sangue e arrecadação de agasalhos e alimentos. Além disso, também há o recebimento de tampinhas plásticas e caixas de leite vazias. As primeiras serão entregues para instituições de Pelotas, a AAPECAN e a Buque de Amor, enquanto as segundas serão entregues para a Universidade Federal de Pelotas, com o intuito de contribuir com um projeto que utiliza o material em residências. As doações podem ser realizadas diretamente nos CTGs.

Neste ano, também ocorre a distribuição de 1.150 refeições para comunidades carentes de Pelotas e Turuçu. A ação está incluída na 2ª Temporada Gastronômica de Pelotas, e é realizada com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação de Pelotas (SDETI) e dos cavaleiros da Costa Doce.

“A ideia é levar um acalento para as pessoas que estão precisando”, disse Adir.

Entrega de homenagens
Nesta sexta-feira (17), a partir das 14h, haverá uma sessão solene da Câmara de Vereadores de Pelotas, no CTG Os Farrapos, para a entrega da comenda João Simões Lopes Neto. Os homenageados serão Paulo Pedrozo e Zola Teixeira.

“Pessoas que contribuem para o tradicionalismo”, disse. Adir lembra que Pedrozo, atual secretário de Cultura de Pelotas, sempre esteve disposto a ajudar o Movimento nas ações realizadas, mesmo quando ainda não estava à frente da pasta. Quanto à Zola, o coordenador destaca o papel como incentivadora do Movimento, principalmente em localidades que contam com crianças em situação de risco e carentes, criando invernadas artísticas na periferia da cidade.

Pelo segundo ano consecutivo, também não haverá os tradicionais desfiles. Segundo o coordenador, a escolha foi realizada com os Executivos locais, considerando a segurança da população e dos participantes. “A gente tem que ter muita parcimônia neste momento de retomada para que possa fechar o ano com um índice baixo na pandemia. Para que em 2022 a gente consiga fazer uma Semana Farroupilha plena”, disse Adir.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome