Prefeito de Turuçu corta privilégios de secretariado

Prefeitura de Turuçu (Foto: Divulgação)

Lei Municipal nº 1.403, de abril de 2021, estabelece corte de vale-alimentação de cargos de alto escalão. Expectativa é gerar economia de mais de R$ 85 mil durante o mandato

Em cumprimento à proposta apresentada no plano de governo, o prefeito Ivan Eduardo Scherdien sancionou, na última semana, a lei de autoria do Executivo que estabelece a extinção do vale-alimentação para os secretários municipais e assessor jurídico da Prefeitura. Em quatro anos de governo, a expectativa é gerar economia de R$ 85,8 mil.

A lei municipal que concede o vale-alimentação aos funcionários foi criada em 2010, no primeiro mandato de Scherdien como prefeito. Inicialmente, o benefício era destinado apenas aos funcionários, mas em março de 2018 a lei foi alterada, estendendo o pagamento do benefício também aos secretários e assessor jurídico. Hoje, o benefício está no valor de R$ 390 por mês.

“Estamos cumprindo as metas que estabelecemos. Entendemos que os cargos de alto escalão do governo já são bem remunerados e para que tivéssemos uma economia maior para o nosso município, suspendemos o benefício”, explica.

Secretários e jurídico receberam o benefício de janeiro a abril deste ano.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome