Cerca de 76% dos eleitores lourencianos foram às urnas no domingo (15)

Coletiva de imprensa ocorreu após o término das apurações (Foto: Catarine Thiel/JTR)

Devido à pandemia de coronavírus, o pleito eleitoral deste ano foi encarado por muitos como algo duvidoso e que poderia colocar em risco a saúde dos eleitores. A juíza eleitoral de São Lourenço do Sul, Vivian Feliciano, afirmou em coletiva de imprensa feita após o término das apurações que foram tomadas todas as medidas necessárias para evitar a disseminação do vírus, o que tornou as eleições seguras.

De acordo com ela, 76,10% dos eleitores compareceram para votar e todos estavam seguindo as normas de orientação da Justiça Eleitoral. “Nós tivemos bem menos abstenções do que imaginávamos, apesar da pandemia, e isso é o mais inspirador até as novas gerações que estão aí aprendendo sobre política, é que o povo de São Lourenço do Sul quis votar”, afirmou Vivian.

O município tinha 35.682 eleitores aptos para votar nas eleições de 2020 e destes, 27.153 compareceram às urnas. Na votação para prefeito, tiveram 611 votos nulos e 766 brancos, já para vereadores foram 637 nulos e 928 brancos. Não foram registradas denúncias ou irregularidades durante o pleito.

O único imprevisto registrado foi a demora na apuração dos votos, mas este fato aconteceu devido o congestionamento de dados no supercomputador utilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para registrar e divulgar os dados, “mas se compararmos o nosso sistema de eleição com o de outros países, a gente vai entender rapidamente que temos um resultado muito rápido apesar da demora que houve por problemas técnicos”, explicou a juíza. A apuração dos votos foi concluída por volta das 22h30 em São Lourenço do Sul.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome