Rio Grande: Secretaria da Saúde monitora aumento de casos da Covid-19

Testagem para Covid-19. (Foto: Itamar Crispim/Fiocruz)

A Secretaria da Saúde do Rio Grande tem observado um aumento de 20% nos casos de Covid-19 no município. Na segunda-feira (16), foram registrados 79 casos, na terça-feira (17), mais 62 e, nesta quarta-feira (18), 28 novos casos.

O número menor nesta quarta-feira não significa que tenham diminuído os casos. Para a gerente do Núcleo da Vigilância da Epidemiológica, médica Shirley Cardone, essa redução pode ter ocorrido por vários fatores, entre eles, a não procura por parte da população pelos serviços médicos em função do ciclone. ” O aumento de casos provavelmente se deve ao relaxamento das medidas de prevenção e controle”, diz.

Assim como ela, a secretária da Saúde, Zelionara Branco acredita que a vacina é primordial, tanto a contra a Covid-19 como a que combate o vírus da gripe Influenza (H1N1).

Zelionara e Shirley lembram que esse é um período de aumento de síndromes respiratórias, ainda sem impacto nas internações nem no número de óbitos. “Com o frio, aumentam as doenças respiratórias e é preciso que a população se conscientize que, na presença de sintomas deve-se
procurar atendimento médico para testagem da Covid-19. Não se podem esquecer que os cuidados também são importantes para qualquer quadro respiratório”, frisa Shirley.

A Secretaria da Saúde está monitorando o aumento de casos.  “Há um plano de contingência e, caso necessário, temos um mecanismo para buscar junto às instituições a ampliação da oferta de serviços”, salienta.

USO DE MÁSCARAS

O atual decreto da Prefeitura que mantém o estado de calamidade pública no município em decorrência da pandemia (Nº 19.050, com data de 17 de maio) não obriga o uso de máscaras, “mas recomenda”, cita a secretária da Saúde. De acordo com o decreto, o uso de máscaras de proteção facial em ambientes abertos ou fechados está desobrigado, cabendo a cada pessoa a decisão de utilizá-las ou não.

Porém, o documento traz a recomendação de medidas de prevenção, proteção e precaução contra a disseminação do coronavírus, como a utilização de máscara de proteção facial cobrindo nariz e boca por pessoas que apresentem sintomas gripais ou que tiveram contato com caso suspeito ou confirmado de Covid-19 nas últimas 48 horas, devendo-se manter isolamento ou quarentena conforme orientação do serviço de Saúde.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome