Rio Grande: Profissionais do HU-Furg reforçam o atendimento em hospitais e UPAs

Neste momento desafiador, as equipes assistenciais estão atuando em Rio Grande e Pelotas, dando suporte ao atendimento dos usuários do SUS. (Foto Divulgação/HU-Furg)

O Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr., da Universidade Federal do Rio Grande (HU-Furg), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), localizado em uma área de risco para inundações, teve seu entorno atingido pelas cheias da Laguna dos Patos, dificultando o acesso ao Hospital. Como medida de segurança para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), foi necessário suspender a admissão de novos pacientes e transferir os internados. Em resposta a essa situação, profissionais do HU-Furg e equipamentos estão sendo realocados em diferentes unidades de saúde, fortalecendo a atuação do SUS em Rio Grande e Pelotas.

O gerente de Atenção à Saúde do HU-Furg, Fábio Lopes, ressaltou que a dedicação e o comprometimento que os profissionais do HU-Furg estão demonstrando são exemplo de resiliência e superação. E acrescentou, “Acreditamos que, com a união de esforços e a solidariedade de toda a comunidade, superaremos juntos essa situação adversa. Expressamos nossa confiança de que, em breve, o HU-Furg estará plenamente restabelecido e pronto para continuar desempenhando seu importante papel na assistência à saúde da população e na formação de novos profissionais”.

Parte dos profissionais permanece no HU-Furg, atendendo os pacientes que estão internados e aguardando alta ou transferência para outras unidades hospitalares. Outros, foram temporariamente alocados para as unidades externas recém-criadas: Ambulatório de Gestação de Alto Risco, Ambulatório de Infectologia, Banco de Leite Humano (BLH), Farmácia do SAE Infectologia/Hospital-Dia e Posto de Coleta do Laboratório de Análises Clínicas e Anatomia Patológica (LAC). Esses serviços funcionam nas dependências de outras instituições localizadas fora das áreas de risco para inundações, como o Campus Carreiros da Furg e o Hospital de Cardiologia da Santa Casa do Rio Grande.

HE-UFPel

Além disso, profissionais foram designados para trabalhar no Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE-UFPel), também administrado pela Ebserh, incluindo médicos ginecologistas e obstetras, anestesistas, pediatras, enfermeiros e técnicos de Enfermagem. O HE-UFPel tornou-se referência para gestação de alto risco na região após o fechamento da Maternidade do HU-Furg e também recebeu cinco leitos completos de UTI Neonatal, com equipamentos cedidos pelo HU.

Santa Casa e UPAs

Os profissionais também foram deslocados para atendimento na Maternidade da Associação de Caridade Santa Casa do Rio Grande, onde estão atuando médicos ginecologistas e obstetras, anestesistas e pediatras, auxiliando principalmente nos partos e cesárias. Já na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Junção, médicos ginecologistas e obstetras, realizam consultas e atendem gestantes de alto risco e vítimas de violência sexual que antes eram acolhidas no Centro Obstétrico do HU-Furg. Além disso, pediatras foram disponibilizados na UPA Junção.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome