Ex-prefeito de Rio Grande, deputado estadual Fábio Branco é condenado por corrupção

Fábio Branco (Foto: Divulgação)

O deputado estadual e ex-prefeito de Rio Grande, Fábio Branco (MDB) foi condenado pela 1ª Vara Criminal, a quatro anos de prisão, em regime aberto, por corrupção passiva que teria cometido no ano de 2012.

Na época, Branco era prefeito e, de acordo com a denúncia do Ministério Público (MP), recebeu repasses ilegais da Rio Grande Ambiental, que era responsável pela limpeza pública da cidade. Ainda, é citado que o político recebeu R$ 52 mil da empresa em troca de vantagens no processo de licitação. Foram feitos, conforme o órgão, depósitos em dinheiro em valores menores em duas contas bancárias do ex-prefeito.

Ainda assim, como a condenação é em primeira instância, o parlamentar pode seguir em liberdade, podendo disputar as eleições municipais e continuar no mandato de deputado. A Lei da Ficha Limpa proíbe a candidatura após condenação em segunda instância.

Em transmissão ao vivo realizada na quarta-feira (7), nas redes sociais, Branco afirmou que tem tranquilidade quanto ao processo. “Não existe fato concreto, não existe prova nesse processo”, alegou, afirmando que será absolvido em segunda instância. Ainda, fez críticas sobre a sentença ocorrer às vésperas das eleições municipais.

“Meus adversários dizem que tenho muitos processos, e isso é verdade. O que não falam é que, um a um, eu fui inocentado. E com esse não será diferente”, declarou também em nota.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome