Prefeitura do Rio Grande garante reajuste acima da inflação para servidores

Direção do Sismurg esteve reunida com o prefeito Fábio Branco (MDB). (Foto: Álvaro Guimarães)

Apesar da crise financeira e do déficit de caixa os servidores da Prefeitura do Rio Grande receberão um aumento salarial total de 11,08% até julho. O percentual foi confirmado em reunião realizada na manhã desta quarta-feira (9) entre o prefeito Fábio Branco (MDB) e representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Rio Grande (Sismurg). O índice ficou acima da inflação acumulada em 2021, que conforme o IBGE foi de 10,6% pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

A proposta apresentada por Branco e aprovada pela direção do Sismurg prevê o pagamento de 5,9% como recomposição das perdas com a inflação acumulada, saldado nas próximas folhas salariais e um aumento salarial em julho, também de 5,9%. A data e a forma de pagamento da primeira parcela ainda estão sob análise.

Apesar de sufocada por um déficit orçamentário previsto de R$ 80 milhões para 2022, Branco diz que a administração não poderia deixar de valorizar os servidores que têm mantido a estrutura do município funcionando a pleno, apesar da pandemia e da crise econômica.

“Trabalhamos sempre pela valorização dos servidores. No último ano tomamos uma série de medidas para acelerar a retomada da economia, desburocratizar a administração e incrementar as receitas públicas e sabemos como é importante o papel dos servidores nestes processos. Por entender isso estamos fazendo este esforço de, com toda a crise que estamos atravessando, dar a reposição da inflação e um pouco mais com o intuito de retribuir aos colaboradores todo o empenho demonstrado para ajudar a cidade a dar a volta por cima”, declara.

Avaliação
O vice-presidente do Sismurg, Gilberto Alquati classificou o reajuste anunciado como um avanço e uma vitória da categoria. “Esta é uma longa história que vem sendo solucionada à medida que o município consegue adequar suas finanças e, desta vez, graças a um bom diálogo com o Executivo conseguimos avançar para esta proposta que vai repor uma parte das perdas recompondo o poder aquisitivo dos trabalhadores”, afirma.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome