Zona Sul tem seis casos confirmados de coronavírus

Foto: Reprodução/Internet

Nesta semana, os municípios de Rio Grande, Piratini e Pelotas registraram os primeiros casos confirmados de coronavírus na Zona Sul.

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio Grande divulgou que o primeiro caso trata-se de um paciente de 65 anos, que esteve em viagem recente na Colômbia, Equador e Chile. Já o segundo caso é referente a um paciente de 38 anos, que viajou para São Paulo e Paraná. Em vídeo, o prefeito Alexandre Lindenmeyer fez um alerta sobre a importância do isolamento social. “Quanto menor a circulação de pessoas, menor a circulação desse vírus”, afirmou.

No município de Pelotas, uma idosa de 71 anos está com o vírus, que foi transmitido em contato com duas pessoas contaminadas durante viagem a Porto Alegre. Também, um homem de 70 anos, que viajou para Bagé, teve a confirmação.

“Já sabíamos que esse momento chegaria, infelizmente. Por isso, tomamos medidas de precaução, junto ao Comitê de Crise, antes mesmo do município identificar casos confirmados. Reforçamos nosso pedido de colaboração para que sigam se resguardando e saindo de casa apenas nas situações imprescindíveis. Pedimos que se informem e que façam o que a comunidade científica internacional, os médicos e o Ministério da Saúde nos recomendam: resguardo. O isolamento social é o melhor caminho para vencermos o coronavírus”, apontou a prefeita Paula Mascarenhas em pronunciamento realizado na quarta-feira (25).

No município de Piratini, um casal foi diagnosticado com o Covid-19, ambos com 38 anos. Eles realizaram um cruzeiro marítimo recentemente, passando por São Paulo, epicentro da doença no Brasil. Em pronunciamento divulgado nas redes sociais da Prefeitura Municipal na quinta-feira (26), o prefeito Vitor Ivan Rodrigues também defendeu a necessidade da comunidade seguir as medidas estabelecidas nos decretos do município, bem como o isolamento social.

Todos os pacientes estão em isolamento domiciliar e apresentam quadro estável.
Conforme a Secretaria Estadual de Saúde, até a última quinta-feira (26), foram registrados 162 casos de coronavírus no Rio Grande do Sul. No dia anterior, uma idosa de 91 anos morreu em decorrência do vírus. Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre.

Situações de emergência e de calamidade pública

Conforme pesquisa da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), 422 dos 497 municípios do estado publicaram decretos com providências para erradicar o vírus. Destes, 269 decretaram situação de calamidade pública e outros 74 decretaram situação de emergência, representando 69% dos municípios gaúchos. Outros 79 municípios, que representam 16% do estado, emitiram decretos com medidas de prevenção e orientação. Apenas 15% das cidades do estado ainda não publicaram decretos por conta do coronavírus.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome