Atividades físicas demandam cuidados extras na estação mais quente do ano

Profissional de Educação Física, Éverson Carvalho Júnior orienta os iniciantes a praticarem exercícios de menor intensidade. (Foto: Divulgação)

A prática de exercícios e atividades físicas é um hábito essencial para a manutenção de uma vida saudável. No verão, com as temperaturas mais elevadas e maior período de sol, essas práticas se tornam ainda mais atrativas. Porém, é preciso se atentar a alguns fatores para realizar essas atividades de forma adequada, respeitando seu corpo e melhorando sua saúde.

As altas temperaturas no verão demandam alguns cuidados extras para manter uma vida ativa de forma saudável e segura. Segundo Éverson Carvalho Júnior, profissional de Educação Física, é preciso levar em conta alguns fatores antes de realizar treinos e práticas esportivas. “Com altas temperaturas, podemos perder nossa capacidade funcional de praticar o exercício, então nossa condição física fica prejudicada”, explica.

Para manter em dia a rotina de exercícios na estação mais quente do ano, Júnior revela algumas dicas para manter o corpo em movimento de forma segura. Entre elas, está a utilização de roupas leves, evitar horários de maior incidência solar, ter uma alimentação equilibrada e beber bastante água.

O cuidado se torna ainda mais importante se essas atividades forem feitas ao ar livre, onde há exposição ao calor do ambiente. Assim, o aconselhado pelo profissional é evitar os horários das 10h às 17h, priorizar as roupas mais confortáveis e com tecidos leves, nunca se esquecer do uso do protetor solar e manter-se bem hidratado antes, durante e depois das práticas. “Perdemos muita água durante os exercícios, principalmente com as altas temperaturas da rua”, relembra ele.

Quanto a alimentação, o profissional enfatiza o papel fundamental dos profissionais da nutrição para a indicação e acompanhamento de uma dieta ideal, não só para a estação, mas também para as individualidades biológicas de cada pessoa. “Nós sempre recomendamos buscar um nutricionista, que terá o total conhecimento para direcionar quais os alimentos consumir antes do treino, depois e em dias mais quentes”, explica o profissional.

Ainda assim, Júnior recomenda o consumo de frutas ricas em água e sempre priorizar a hidratação, principalmente nos dias mais quentes. “Havendo o exercício, haverá também a sudorese que mantém a temperatura do corpo, mas que também gera a desidratação”, acrescenta.

Aos que estão começando ou retomando a rotina de vida ativa nesse período do ano, Júnior aconselha seguir com disciplina os cuidados para as altas temperaturas. Além de priorizar exercícios de menor intensidade, principalmente para os iniciantes que se encontram em situação sedentária.

29Ele ainda reforça a importância de utilizar as estratégias corretas nos treinos, procurando um profissional da educação física, que conseguirá orientá-lo de acordo com suas especificidades. “Às vezes a internet nos dá acesso a conteúdo em excesso, mas temos profissionais adequados que saberão prescrever o exercício ideal, entendendo a individualidade biológica de cada ser humano e também as condições externas, como a temperatura”, recomenda.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome